Veja onde investir para ter R$ 1 milhão antes dos 50 anos

Aplicações em debêntures, tesouro direto e LCI podem ajudar

Por Infomoney

Veja onde investir para ter R$ 1 milhão antes dos 50 anos

Ter R$ 1 milhão na conta é o sonho de muitas pessoas. No entanto, é possível chegar aos 50 anos com R$ 1 milhão na conta? O InfoMoney entrevistou Guilherme Makoto Mizutani, sócio e assessor de investimentos da Keter Investimentos, para ver quanto o investidor deve juntar e onde investir para alcançar esse objetivo. “Pode parecer um algo distante, mas com planejamento, determinação e boas escolhas é possível se tornar um milionário”, acredita Makoto. De acordo com os cálculos do especialista, considerando uma rentabilidade real anual de 6%, quem começar a investir aos 25 anos precisará juntar R$ 1.478,66 ao mês para entrar nos cinquenta milionário. Já para quem começar apenas aos 30 anos, a quantidade de dinheiro necessária para aplicar por mês deverá ser maior: R$ 2.205,37.

E onde o investidor deve aplicar esse dinheiro para ter uma rentabilidade que o ajude a alcançar o objetivo?  No cenário atual, de inflação alta, Makoto sugere investimentos que tenham rentabilidade atrelada ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Com isso, o especialista sugere a aplicação em debêntures, tesouro direto e Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

As debêntures, normalmente, são um tipo de investimento que apresentam um pouco mais de risco de crédito da empresa e, por isso, é importante que o investidor conheça bem a companhia antes de aplicar nos títulos dela. Já o Tesouro Direto requer uma atenção especial no prazo do investimento, uma vez que, saindo antes do vencimento de um título, o investidor fica sujeito ao preço de mercado, o que pode, eventualmente, se tornar um prejuízo.

Por fim, as LCI são aplicações que, geralmente, não têm liquidez. Assim, ao investir o dinheiro em uma LCI atrelada ao IPCA com uma boa rentabilidade, o investidor deve ficar atento para colocar apenas um valor que não precisará usar ao longo do período. “Por isso, é importante traçar um planejamento e se adequar aos prazos de vencimento e carência dos produtos”, alerta Makoto.

leia também

A Cetip é a ação de dividendos mais indicada para compra - Cinco corretoras recomendam o papel da empresa do setor financeiro

Ações da Petrobras fecham abaixo de R$ 5 pela primeira vez em 13 anos - O Ibovespa encerrou o dia no menor nível desde março de 2009, no auge da crise do crédito imobiliário nos EUA

Agora é hora de comprar ações de mineradoras - Morgan Stanley também aposta em papéis de mercados emergentes

América Latina ainda é destino de investimentos em 2015 - É o que pensa Venancio Castañon, executivo que estuda a região

Analista recomenda compra de ações da Localiza - Para Pedro Galdi, empresa pode ter um melhor desempenho no futuro

Angelus inaugura planta de R$ 10,4 milhões - Empresa de Londrina espera crescer 20% ao ano

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: