China faz maior desvalorização do yuan da história

Cotação atual prejudica exportação

Da Redação

redacao@amanha.com.br

China faz maior desvalorização do yuan da história

O Banco Popular da China (o banco central chinês) desvalorizou o yuan em 100 pontos base, ou 1,9%, na manhã desta terça-feira (11), a queda mais acentuada na história. Em comunicado, o banco central da China informou que o yuan está se tornando muito caro, o que está prejudicando as exportações.

“O dólar americano vem ganhando força diante da expectativa do mercado de que o Fed vai elevar as taxas de juros referenciais da economia americana em breve”, diz a nota. Desse modo, o euro, o iene, as moedas emergentes e os mercados de commodities estão se depreciando. “Não há nenhuma razão para o yuan se desviar das expectativas do mercado", afirma o BC.

 


leia também

Banco Central chinês injeta US$ 20 bilhões na economia - É a maior quantidade de recursos aportados desde setembro de 2015

Bolsas da Ásia fecham no vermelho mais uma vez - Para mostrar liquidez, China injetou 400 bi de yuans no sistema financeiro

Bovespa volta a cair e fecha no menor nível em sete anos - Em meio a turbulências na economia chinesa, Ibovespa recuou 1,3%

Cenário externo faz Ibovespa cair 6,3% na semana - Além da China, relatório de emprego nos EUA moveu o mercado

China registra em 2015 o ritmo mais lento dos últimos 25 anos - A segunda maior economia do mundo cresceu 6,9%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: