Liberdade inspira roteiro enoturístico da Courmayeur

Passeio tem como ponto alto a visita à antiga cave que deu origem a uma das mais antigas vinícolas do Sul

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Passeio tem como ponto alto a visita à antiga cave que deu origem a uma das mais antigas vinícolas do Sul

A liberdade (e a falta dela) é o fio condutor do novo roteiro de enoturismo da Courmayeur Espumantes e Vinhos, lançado no sábado (9), em Garibaldi (RS). Um passeio carregado de simbologia que proporciona ao visitante conhecer a história da vinícola familiar fundada em 1976 na localidade de Garibaldina, degustar cinco rótulos elaborados pela empresa e desfrutar da belíssima paisagem que compõe a geografia da região.

Com duração de aproximadamente 40 minutos, a experiência, batizada de Cela da Cave, poderá ser vivenciada às sextas, sábados e domingos, às 11h e às 15h, tendo como ponto de saída o Bistrô La Fermata, localizado junto à vinícola. O passeio é conduzido pela enóloga e nutricionista Talita Verzeletti (na foto, a primeira da esquerda para a direita), que, com a irmã, Gílian Nicolini Verzeletti (na foto, a terceira da esquerda para a direita), e o pai, Mário Verzeletti (na foto, ao centro), administram a Courmayeur há 18 anos.

“A Cela da Cave surgiu da demanda dos turistas que vinham até nós e solicitavam um roteiro de visitação para conhecer a vinícola, o que, até então, não tínhamos. Porém, buscávamos um produto que nos diferenciasse”, explica Talita. “O vinho está em nosso sangue desde os nossos pais. Se todos fizerem alguma coisa, toda a região ganha e faz-se da região uma grande região turística”, ensina Mario Verzeletti.

Logo no início, o turista recebe uma taça e é convidado a se transportar para os primórdios da empresa em uma viagem regada a espumantes e vinhos que representam a essência da vinícola, cujo portfólio conta, atualmente, com 22 produtos, elaborados sob a coordenação da enóloga Mayara Dias. A primeira parada é no ponto mais alto da propriedade, onde um pergolado ambientado com gaiolas remete ao aprisionamento. A jornada segue até o próximo ponto: um exuberante flamboyant sob o qual o visitante degusta mais um produto enquanto aprende sobre a trajetória da vinícola e reflete sobre a temática do roteiro.

Ao longo do caminho, quadros com dizeres de autores célebres contribuem para o envolvimento dos participantes com a atmosfera. “A liberdade é um vinho de excelência. Não faz sentido que não o compartilhes”, afirma o poeta português Joaquim Pessoa, em uma das placas. “Mas onde se deve procurar a liberdade é nos sentimentos. Esses é que são a essência viva da alma”, reforça o autor e estadista alemão Johann Goethe em outro painel. O ponto alto do passeio fica por conta da visita à adega gradeada localizada na área industrial da vinícola. É na cela, abaixo do nível da rua, onde estão “aprisionados” os vinhos históricos da Courmayeur, à espera de serem “libertados” das garrafas. É também na cave escura onde a guia conduz uma reflexão sobre a ausência de liberdade e um brinde com o quarto rótulo do trajeto.

O roteiro Cela da Cave é resultado de um trabalho desenvolvido por meio do Investe Turismo, programa do Sebrae, Ministério do Turismo e Embratur que tem por objetivo acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade e a competitividade e gerar empregos em rotas turísticas estratégicas do Brasil.

“Entendendo o lugar onde a empresa está estabelecida, sua história e a cultura da família e buscamos alguma diferenciação para criar uma experiência enoturística. Lembrei que, alguns anos atrás, o seu Mário, quando me apresentou a empresa, nos levou até aquela cela e nos ofertou um Lambrusco, que é um vinho singular que essa empresa faz. Isso para mim ficou inesquecível. Buscamos, então, recriar esse aspecto, mas trazendo uma outra reflexão, também olhando para o mundo. Para as pessoas, para as necessidades, para as dores do mundo atual. E foi aí que começamos a falar da prisão e do oposto disso, que é a liberdade”, explica a turismóloga, mestre em Turismo e especialista em Enoturismo Ivane Fávero, que no projeto da Courmayeur atuou como consultora do Sebrae RS.

O gestor de Turismo do Sebrae na Serra Gaúcha, Emerson Bittencourt Monteiro, salienta que o roteiro Cela da Cave é o primeiro produto turístico lançado no Rio Grande do Sul por meio do Investe Turismo. “Produtos como esse estão diretamente ligados à estratégia de promover inovação na oferta turística das regiões. A criação de produtos com alto grau de inovação faz com que a região se diferencia cada vez mais e fique cada vez mais competitiva, por consequência. Ficamos bastante felizes com esse lançamento em Garibaldi”, reforça. Além da Cela da Cave, os visitantes da Courmayeur Espumantes e Vinhos podem fazer refeições no Bistrô La Fermata, aos sábados e domingos, das 10h30min às 17h, e adquirir produtos na loja, de segunda a domingo, inclusive feriados, das 9h30min às 17h. 

Serviço - Roteiro Cela da Cave
Onde: Courmayeur Espumantes e Vinhos (Av. Garibaldina, 32, acesso secundário ao Vale dos Vinhedos, em Garibaldi)
Quando: sextas, sábados e domingos, às 11h e às 15h (duração de aproximadamente 50 minutos). É necessário reserva antecipada. É possível realizar a visita em feriados, com agendamento prévio
Investimento: R$ 35 (inclui taça personalizada e degustação de cinco rótulos)
Reservas: pelo fone (54) 3463.8517, pelo e-mail turismo@courmayeur.com.br ou no site www.courmayeur.com.br/contato


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: