Lojas Renner terá instituição financeira própria

Varejista do Sul pedirá aval do Banco Central

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Lojas Renner terá instituição financeira própria

A Lojas Renner anunciou nesta quarta-feira (29) que pedirá autorização ao Banco Central para criar uma instituição financeira própria. Atualmente, a área de produtos financeiros da rede é responsável por cerca de um terço da geração de caixa da companhia.

A nova empresa será chamada de Realize Crédito, Financiamento e Investimento, segundo informações da ata de reunião do Conselho de Administração que aprovou a estratégia. O Conselho também aprovou a rescisão de acordo comercial com o Banco Indusval, que tinha como objetivo exploração de atividade de emissão de cartões de crédito das bandeiras Visa e Mastercard junto aos clientes da Renner. Segundo a Lojas Renner, o acordo não chegou a ser implementado por causa de impedimentos de ordem operacional.

Até março, o número de Cartões Renner emitidos somava 24,7 milhões, tendo atingido uma participação de quase metade (48%) sobre as vendas de mercadorias do primeiro trimestre.



leia também

Acredite: até o lucro da Renner caiu - Clima e recessão fizeram resultado ter queda de 10,5%

BTG exalta resiliência da Lojas Renner em meio à crise - Instituição estima valorização de 30% para os papéis em um ano

Decreto permite capital estrangeiro na Realize - A financeira da Renner também recebeu aprovação do BC para operar

Lojas Renner finca bandeira no Uruguai - Rede também amplia meta de expansão de novas lojas até 2021

Lucro das Lojas Renner sobe 10,5% entre abril e junho - O resultado foi favorecido pelas baixas temperaturas no Brasil

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: