App criado no Sul aproxima familiares de idosos a cuidadores

Nonno reúne profissionais da região da Grande Florianópolis

Por Martin Henkel

Ajudar familiares de idosos a encontrar cuidadores capacitados para a função, dando segurança e facilitando a contratação é a proposta do aplicativo Nonno (foto). O recurso foi criado por Matheus Alban, durante as aulas do curso de Administração da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), em Florianópolis. O aplicativo conta com 15 cuidadores cadastrados e a expectativa é que o número aumente. Existem cerca de 200 profissionais aguardando aprovação para fazerem parte do serviço. Cada cuidador listado no aplicativo passa por testes psicológicos e entrevistas antes de serem aceitos. Os antecedentes criminais dos candidatos também são checados. Inicialmente, os cuidadores são profissionais da região da Grande Florianópolis.

No desenvolvimento do Nonno, Matheus contou principalmente com a ajuda do pai, Fernando Carlos Alban, mas a ideia e a vontade de criar uma plataforma para atender idosos veio de toda a família. Em 2015, eles subiram em um caminhão e fizeram uma viagem pela América Latina e, durante três meses, coletaram histórias de vida de idosos de diversos países. Como estudante da Udesc Esag, Alban encontrou no curso de Administração Empresarial apoio e conhecimento técnico para levar o negócio adiante. “É aquela história do networking fundamental que a gente consegue dentro do curso. Uma pessoa te leva a outra e você acaba chegando onde precisa. Essa é uma vantagem gigante”, comenta o empreendedor. 

O aplicativo está disponível para download no Google Play , para dispositivos móveis com o sistema operacional Android. Em breve, poderá ser baixado também na App Store, para aparelhos com o sistema iOS, da Apple. Saiba mais sobre o aplicativo Nonno no perfil do aplicativo no Instagram



comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: