Copom anuncia corte de juro básico de 6% para 5,5%

Segundo o BC, indicadores sugerem retomada da economia

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Segundo o BC, indicadores sugerem retomada do processo de recuperação da economia brasileira

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (foto) decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic de 6% para 5,5% ao ano nesta quarta-feira (18). Segundo o BC, indicadores sugerem retomada do processo de recuperação da economia brasileira. “O cenário do Copom supõe que essa retomada ocorrerá em ritmo gradual. No cenário externo, a provisão de estímulos monetários adicionais nas principais economias, em contexto de desaceleração econômica e de inflação abaixo das metas, tem sido capaz de produzir ambiente relativamente favorável para economias emergentes. Entretanto, o cenário segue incerto e os riscos associados a uma desaceleração mais intensa da economia global permanecem”, descreve o comunicado enviado pelo Banco Central. 

O Copom também avalia que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira tem avançado, mas o colegiado enfatiza que perseverar nesse processo é essencial para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia.  “O Comitê ressalta ainda que a percepção de continuidade da agenda de reformas afeta as expectativas e projeções macroeconômicas correntes. Em particular, o Comitê julga que avanços concretos nessa agenda são fundamentais para consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva”, reitera o documento. 

Segundo a nota, a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir mais cortes na Selic futuramente. “O Copom reitera que a comunicação dessa avaliação não restringe sua próxima decisão e enfatiza que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação”, alerta o comunicado. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: