O barato pode estar saindo mais caro

Um grande diferencial do link dedicado é a estabilidade

Por Telium

Um grande diferencial do link dedicado é a estabilidade

Um link dedicado tem muito mais a oferecer do que quando se contrata uma internet banda larga comum. Ao invés de uma conexão compartilhada com outros clientes, a conexão é limpa e direta com o provedor, o que traz muitas vantagens estratégicas que podem ser essenciais para o modelo de negócio. Em um link dedicado, a velocidade entregue deve ser rigorosamente a mesma da contratada, cenário que não acontece no caso da banda larga convencional. Além disso, o tempo de reposta para um chamado de manutenção também é muito menor, podendo variar entre quatro e seis horas, no máximo, dependendo da região. Por ser um serviço diferenciado, a qualidade geral do atendimento em caso de emergências deve ter um nível superior. 

Entre todos esses aspectos, o grande diferencial do link dedicado é a estabilidade, afinal, quanto uma empresa pode perder em uma queda de conexão? A simetria de banda é garantida no link direto, o que quer dizer que a velocidade contratada é a mesma tanto para o download quanto para o upload, algo muito útil, por exemplo, para chamadas em vídeo. O link dedicado, por outro lado, tem um custo maior, um prazo de instalação e contratos mais longos. Por isso, a decisão pela contratação do serviço deve levar essas variáveis em conta.

Em geral, um link dedicado é um serviço melhor, mais confiável e estável, mas com um custo mais elevado em comparação à internet banda larga convencional. O ponto para tomar uma boa decisão é entender se os custos de uma possível oscilação na internet convencional (tanto os tangíveis quanto intangíveis, os últimos mais difíceis de calcular) ultrapassarão a diferença de preços entre a contratação de um link dedicado. Se os prejuízos forem muito grandes, talvez seja a hora de pensar tem ter um link dedicado. Afinal, o barato pode estar saindo mais caro do que se imagina.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: