Agro 4.0: a trilha para a inovação e a excelência

AMANHÃ debate os desafios e as oportunidades da inovação no campo

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Evento Força do Sul, de AMANHÃ, abordará como o campo tem se tornado um dos grandes laboratórios de inovação do Brasil

O uso de máquinas e insumos agrícolas para modelos extensivos de produção de alimentos, fibras e biocombustíveis contribuiu para um grande salto de produtividade do agronegócio brasileiro nas últimas décadas, baseado no melhoramento genético e uso de fertilizantes e irrigação. Atualmente, o agronegócio corresponde a 23% do PIB e por quase metade (44%) do total das exportações brasileiras. Se antes era depreciativo dizer que a agricultura era a vocação do país, hoje mostra sua força não só nas lavouras, mas nos laboratórios e centros de pesquisa. Além de aumentar a produtividade, as novas tecnologias visam a soluções que otimizam o tempo do produtor, reduzem o consumo de insumos e diminuem os impactos ambientais. A tecnologia, entretanto, não está só nas máquinas inteligentes ou satélites, mas em cada grão produzido, literalmente. Com a genética e a biotecnologia, criamos plantas mais resistentes a ataques de pragas e melhor adaptadas às condições climáticas, de temperatura e de solo de cada região. 

Todos esses avanços permitiram que a produção brasileira aumentasse 375% nos últimos 25 anos, enquanto a área plantada cresceu 65%, segundo dados do Banco do Brasil, principal agente de financiamento da agricultura brasileira. Solo fértil também para as AgTechs, as startups voltadas para o setor de agropecuária. Foram mapeadas 307 startups no segmento, atuando em 18 áreas. O estudo analisou um banco de dados com mais de 15 mil startups do Brasil todo e foi realizado pelo Liga Insights, uma plataforma sobre inovação e startups. Foram localizadas startups em 105 cidades em 18 estados. Juntos, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul representam 16% delas.

Inscreva-se gratuitamente clicando aqui

Para debater os desafios e as oportunidades da inovação no agronegócio, o Grupo AMANHÃ – com apoio do Badesul – realizará o painel “Agro 4.0: A trilha para a inovação e a excelência”, durante a Expointer, a maior feira agropecuária da América do Sul. A mesa será composta por Dirceu Bayer, presidente da Cooperativa Languiru, de Teutônia; Mauro Vesaro, coordenador comercial da Engie Brasil; e Luisa Falkenberg, doutora e especialista em responsabilidade ambiental no agronegócio. A mediação será de Eugênio Esber, diretor de conteúdo do Grupo AMANHÃ. 

O evento Força do Sul acontece nesta quinta-feira (29), a partir das 15h, no Auditório do segundo andar da Casa da Ocergs, cuja entrada é pelo acesso lateral (Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, BR 116, Km 13, em Esteio). Inscreva-se gratuitamente clicando aqui.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: