Brasil já tem hastes flexíveis de plástico biodegradável

Produto inovador da fabricante paranaense Mili se desintegra em até um ano na natureza

Por Marisa Valério, de Curitiba (PR)

marisa.valerio@amanha.com.br

Produto inovador da fabricante paranaense Mili se desintegra em até um ano na natureza

As primeiras hastes flexíveis de plástico biodegradável chegaram ao mercado brasileiro. O produto foi desenvolvido na fábrica da Mili (foto) em Três Barras (SC), onde está sendo fabricado. A embalagem com 75 hastes leva a marca Mili Love & Care e complementa a linha premium da fabricante paranaense, que compreende ainda fraldas descartáveis infantis, lençol higiênico descartável e toalhinhas umedecidas. O plástico usado nas hastes torna-se biodegradável com a adição de um composto que acelera a decomposição do canudo. Em geral, o plástico leva até 200 anos para se decompor na natureza. Mas a Mili garante que suas hastes, dependendo do meio, vão se degradar no máximo em um ano. 

Para garantir a rápida decomposição, o plástico não recebe aditivos químicos coloridos e por isso a haste da marca premium da fabricante brasileira, a Mili Love & Care, é transparente. Como o algodão das pontas das hastes é um produto natural, que recebe apenas tratamento antigermes, as hastes são 100% biodegradáveis. Até então o composto vinha sendo aplicado apenas em canudinhos para bebidas. Produzido na Europa, ele é certificado no Brasil pelo Inmetro e ABNT. A inovação foi desenvolvida em conjunto entre as áreas de produção, marketing e comercial da Mili. Além de entregar ao consumidor um produto que não agride a natureza, a Mili também conseguiu oferecer um preço final competitivo com aqueles que usam o plástico tradicional.

A fábrica em que estão sendo produzidas as hastes biodegradáveis foi inaugurada pela Mili há um ano para desenvolver também suas linhas de lenços e toalhas umedecidas. Além de dois novos produtos lançados no ano passado com a marca premium Mili Love & Care, a nova unidade industrial permitiu à empresa reformular todos os itens relacionados. As embalagens foram redesenhadas para acompanhar as novas fragrâncias e formulações com mais emoliência. A empresa tem um complexo industrial que ocupa cerca de 400 mil metros quadrados de área total em Três Barras, município no norte de Santa Catarina. Na unidade barriga-verde, a Mili garante o domínio total sobre a produção e o controle de qualidade dos lencinhos e toalhas umedecidas, artigos destinados à higiene íntima de bebês, adultos e idosos e que integram um mercado em franco crescimento no mundo todo. 

A companhia é a maior indústria de papel tissue do Brasil em capacidade instalada de produção, segundo a consultoria Fisher International. Há sete anos consecutivos, a Mili é também a indústria que mais vende papel higiênico no país, sendo reconhecida como campeã de vendas pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados) em ranking organizado pela Nielsen.

MAIS NEGÓCIOS
Clinipam chega a Joinville
Maior operadora de saúde do Sul do Brasil, a paranaense Clinipam acaba de inaugurar uma unidade em Joinville. A empresa está em Santa Catarina há dois anos, com uma carteira de 50 mil beneficiários em oito unidades em todo o Vale do Itajaí.  Segundo o diretor de Finanças e Negócios da Clinipam, Gilton Guilgen, a expansão para Joinville estava nos planos desde a chegada ao estado. A cidade tem PIB e IDH elevados, além de um polo industrial importante e diversificado. “Acreditamos que podemos somar e contribuir com a classe empresarial de Joinville ao oferecer planos corporativos com preço acessível e alto valor agregado, como atendimento em unidades próprias, que é um dos diferenciais da Clinipam”, entende Guilgen. A operadora tem planos corporativos como companhias do porte da Weg e da Malwee, e também orienta planos familiares. A unidade de Joinville é a maior da operadora em Santa Catarina e os beneficiários terão como referência o Hospital Dona Helena. Mas poderão ser atendidos também em todos os estabelecimentos do estado e na infraestrutura em Curitiba. 

Gaúcha Flowork inicia processo de expansão por Curitiba
Estar no lugar certo. A demanda por um espaço físico capaz de fomentar relacionamentos com outras empresas e a geração de novos negócios elevou a escolha do endereço a uma das ferramentas mais estratégicas tanto para unicórnios (startups que já atingiram mais de US$ 1 bilhão de valor de mercado), quanto para organizações tradicionais que usufruem dessa atmosfera de inovação. A gaúcha Flowork, especializada em coworking de alto padrão, escolheu a dedo seu primeiro endereço fora do Rio Grande do Sul e se instalou na laje corporativa de 600 metros quadrados do 16º andar do Barigui Business Center (BBC). O empreendimento imobiliário é da Invescon. O empresário Luis Napoleão Filho, diretor da empresa responsável pelo desenvolvimento do BBC, se associou à Flowork Curitiba e participará como investidor com 25% da sociedade. O plano de expansão da Flowork pelo território nacional também prevê outros endereços estratégicos em Curitiba e São Paulo (SP). Nos últimos dois anos ela aumentou de 500 metros quadrados para 2,7 mil metros quadrados a área destinada aos escritórios privativos mobiliados em ambientes compartilhados em Porto Alegre. A primeira fase da expansão consumiu um investimento de R$ 1,5 milhão. Os 25 escritórios ou estações de trabalho poderão abrigar 150 pessoas a partir de agosto

AGENDA BUSINESS
FAE promove curso sobre proteção de dados
A FAE Business School promove nesta quinta (25) um curso executivo de curta duração sobre Proteção de Dados e Privacidade. O objetivo é disseminar o conhecimento sobre as demandas envolvendo a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entra em vigor no Brasil dentro de pouco mais de um ano (agosto de 2020), e as estratégias corporativas para proteger os dados sensíveis e confidenciais. O professor convidado é Mario Toews, instrutor na área de segurança da informação e profissional com mais de 25 anos de experiência como gestor de TI de grandes empresas, nacionais e multinacionais. Relatórios internacionais mostram que o Brasil líder as listas de países que sofrem e que promovem ciberataques. “Com a LGPD, o impacto financeiro às empresas que não estiverem estruturadas e investindo nessa área pode colocar em risco a vida da corporação no mercado. As multas podem chegar a R$ 50 milhões por infração”, pontua o professor. Obtenha mais informações clicando aqui.

Sebrae traz o Conecta
Organizado pelo Sebrae/PR nos dias 26 e 27 de julho, o Conecta 2019 vai trazer a Curitiba (PR) vozes de peso no ecossistema de inovação. Se não existe fórmula pronta para o sucesso, algumas receitas podem ajudar um negócio a decolar no mercado. O evento permite aprender com quem já fez o caminho e hoje é reconhecido internacionalmente. A proposta do Conecta é fazer a ponte entre os empreendedores de início de jornada e companhias já consolidadas no mercado, com muita informação, networking e fechamento de negócios, posicionando o Paraná como referência no ecossistema de inovação. O evento também vai reunir numa exposição as 15 startups atendidas pelo Sebrae/PR que têm apresentado os resultados mais positivos  no estado, além das dez empresas finalistas do SDG Tech Awards, premiação da organização dinamarquesa Sustainary. Informações e inscrições aqui.

Hackathon e inovação na 47ª edição do Top de Marketing
Estão abertas as inscrições para 47ª edição do Top de Marketing ADVB/PR 2019. A maior premiação do setor de marketing e vendas do estado consagra os melhores cases do biênio 2018/2019 nas categorias Comunicação, Indústria, Serviços, Social, Startup e PME e Varejo. Neste ano, a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – seção Paraná decidiu beneficiar os associados da entidade, concedendo 50% de desconto na inscrição e aquisição de convites para a festa de premiação, marcada para 13 de novembro. Com o tema Inovação – "o que os outros ainda não pensaram, você já está fazendo" – esta edição recebe inscrições até 30 de setembro. A grande novidade é o Hackatop de Marketing, uma maratona de inovação que terá como objetivo criar e apresentar soluções para as áreas de marketing e vendas. Os participantes da competição, em sua maioria universitários, receberão mentoria durante 48 horas de especialistas dessas áreas – entre eles diretores e patrocinadores da ADVB/PR. O projeto vencedor da maratona será revelado no dia 13 de novembro, junto com os cases ganhadores do Top de Marketing 2019. Depois disso, a iniciativa será acelerada pela entidade e receberá suporte dos Content Parners – FAE Business School, PUC-PR, Unisociesc e Universidade Positivo. Informações e inscrições aqui


comentarios




Luciana

Muito bacana a iniciativa da Mili. Sustentabilidade em pauta!

Nilson Dorival Haas

Que ótima notícia. Parabéns aos envolvidos.

Comentar

Adicione um comentário: