Curitibano Bari lança cartão de crédito com limite de R$ 1 mi

Pessoas físicas e jurídicas poderão acessar a modalidade

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Curitibano Bari lança cartão de crédito com limite de R$ 1 milhão

Fundado em 1995 em Curitiba, o Conglomerado Financeiro Barigui anunciou, nesta quarta-feira (3), um cartão de crédito com garantia de imóvel que terá limite de até R$ 1 milhão para quem possui bem imobiliário avaliado acima de R$ 2 milhões (o valor do limite corresponde a até metade do valor do imóvel usado como garantia). Nessa primeira fase de lançamento, o cartão é oferecido nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, onde já há operações Bari. Depois, os serviços serão expandidos para o restante do país. O produto está sendo lançado em parceria com a bandeira Elo. O cartão poderá ser usado tanto por pessoas físicas quanto jurídicas. Qualquer pessoa que seja proprietária de um imóvel estará apta a obter o crédito, desde que tenha renda comprovada e capacidade de pagamento da dívida de forma controlada, além de outras condições exigidas na análise do perfil do tomador e do imóvel. 

"O grupo securitizou mais de R$ 6 bilhões de crédito imobiliário, originado e de terceiros, e já originou mais de R$ 800 milhões em home equity. A transformação da nossa financeira em banco foi um passo importante. Agora, aproveitamos a nossa experiência na modalidade de empréstimo com garantia de imóvel, junto com a excelência operacional, para trazer os benefícios desse crédito para dentro de um cartão", detalha Rodrigo Pinheiro, presidente do Banco Bari, nova marca do Banco Barigui, que foi criado por transformação da Barigui Financeira, com autorização do Banco Central no ano passado. O cliente também poderá sacar até 90% do limite, contratando assim uma operação de crédito com parcelamento em até 120 meses. Neste ano, o banco calcula que a originação alcance R$ 350 milhões e dobre em 2020. 

A modalidade também é oferecida por instituições como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco do Nordeste, por exemplo, porém o produto não tem imóvel como garantia. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: