A dádiva de servir à saúde

Conheça a Farmácias São João, um dos cases do livro “100 Marcas do Rio Grande”

A dádiva de servir à saúde

O trabalho árduo nunca foi problema para o empresário Pedro Henrique K. Brair. Filho de agricultores, ele é o mais velho de cinco irmãos e acostumou-se às obrigações desde muito cedo. Ainda menino, com apenas 9 anos, na cidade de Santo Augusto, região Norte do Rio Grande do Sul, já trabalhava, ajudando no orçamento da família. Em 1973, aos 14 anos, mudou-se para a cidade de Iraí, e conseguiu emprego como atendente na farmácia de seus tios. Dedicado, o garoto ocupava o tempo vago lendo as bulas dos remédios para poder prestar o melhor atendimento possível aos clientes.

Após três anos em Iraí, Pedro Henrique K. Brair retornou a Santo Augusto valendo-se da experiência adquirida para conseguir uma vaga no pequeno hospital da cidade – onde administrou a farmácia e aprendeu o ofício de auxiliar de enfermagem. Em 1979, aos 20 anos, o jovem já acumulava mais de uma década de trabalho. E uma boa poupança. Foi nesse ano que Anaurelino de Almeida, o “seu Nanau”, decidiu vender sua farmácia em Campo Novo, município limítrofe a Santo Augusto.

A questão era que Anaurelino não pretendia passar o ponto a qualquer um. Prático com inúmeros serviços prestados à comunidade, seu Nanau queria um sucessor com entusiasmo para auxiliar a população e zelar pelo legado da drogaria. Ao tomar conhecimento da oportunidade, Pedro propôs a compra do estabelecimento. Seu Nanau aceitou o negócio e Pedro assumiu a tradicional farmácia de Campo Novo. Começava a trajetória da Rede de Farmácias São João.

Em nome da fé
A fibra e o espírito empreendedor de Pedro logo transformaram o negócio. A antiga drogaria foi repaginada, tornando-se mais acolhedora, e ganhou também uma maior oferta de remédios e promoções. As vendas cresceram em pouco tempo, despertando a atenção dos colegas de segmento – que visitavam Campo Novo para descobrir qual o segredo do sucesso de um jovem com apenas 20 anos de idade. Não havia mistério. A missão de servir e de valorizar a saúde como uma dádiva – atributos ressaltados pela marca ainda hoje – explicavam o fenômeno. Além disso, Pedro tinha uma outra receita, bem assimilada desde o berço: trabalho, muito trabalho.

Três anos depois, Campo Novo ficou pequena para os intentos de Pedro Henrique  K. Brair, que  resolveu voltar a Santo Augusto e vender a farmácia ao principal concorrente, por um valor dez vezes maior que o de compra. Em sua cidade natal, Brair abriu as portas da Drogafar, que repetiu o destaque local, sendo eleita em 1982 a Empresa do Ano pela Associação Comercial de Santo Augusto.

Em 1996, a Drogafar alterou seu nome para Farmácias São João. O rebatismo aconteceu em função da abertura da primeira filial, em Nova Prata, na Serra gaúcha. Como a cidade tinha um forte apelo católico, a empresa decidiu homenagear São João, o padroeiro local – coincidentemente, o mesmo do município de Santo Augusto. Além disso, João é o nome do pai de Pedro. Sob as bênçãos de São João, a rede ampliou suas operações e chegou a uma dezena de unidades na virada do milênio.

Passo Fundo, no Planalto gaúcho, é considerada um polo de saúde da região Sul. Quando a Farmácias São João inaugurou sua primeira loja no município, acabou por transferir também sua matriz para a cidade. A mudança introduziu a empresa num mercado experimentado, exigente e competitivo. Para lidar com a concorrência, a São João resolveu apostar no público feminino, concedendo grandes descontos nos medicamentos anticoncepcionais. Conquistando as mulheres de Passo Fundo – em geral, as responsáveis pelas compras de medicamento para a família –, a Farmácias São João compensou as perdas nos contraceptivos com um aumento no volume de vendas dos demais produtos.

A base de Passo Fundo foi o trampolim para que a Farmácias São João desse início a um audacioso e calculado processo de expansão pelo Rio Grande do Sul e por Santa Catarina. Embora possua filiais na região Metropolitana de Porto Alegre, a marca destaca-se, sobretudo, por sua atuação no interior e no litoral gaúcho – sendo a rede com maior número de unidades fora de Porto Alegre. Em maio de 2013, a companhia inaugurou a sua filial de número 300, localizada em Rio Grande. Presente em mais de 150 cidades gaúchas e catarinenses, a Farmácias São João é a oitava maior rede varejista de medicamentos do país. Neste ano, a pesquisa Top of Mind, da Revista Amanhã, confirmou a Farmácias São João como a marca mais lembrada do segmento em todo o Rio Grande do Sul. Atualmente, a empresa conta com cerca de 5 mil colaboradores e atende, mensalmente, mais de 2,5 milhões de clientes.

Novas frentes
Desde o início da década, a Farmácias São João diversificou suas frentes de atuação. Em 2010, criou a Remex Delivery, empresa com foco exclusivo em aviamento de receitas. Uma das principais características da Remex Delivery é não permitir a intercambialidade de receitas, sendo, no mercado nacional, a única rede a adotar essa política. Nesse mesmo ano, a companhia criou um mecanismo financeiro para facilitar a aquisição de medicamentos. O Crédito Fácil São João possibilita o parcelamento das compras em até seis vezes e estipula o pagamento na loja – propiciando um número maior de visitas ao estabelecimento. O Crédito Fácil já ultrapassou a marca de 500 mil cadastros aprovados.

Em 2011, a corporação inaugurou uma nova rede de drogarias, a Farmácias Melhor Preço. Com foco no público de baixa renda, a Farmácias Melhor Preço trabalha com medicamentos genéricos e produtos populares a preços acessíveis. Além disso, o grupo movimenta-se no segmento imobiliário, por meio da Brair Imóveis. Com mais de 35 anos de atividades, a Farmácias São João transformou-se numa potência do segmento de medicamentos e projeta chegar ainda mais longe. A empresa deu início a um reposicionamento de marca recentemente, ao intensificar o desenvolvimento de produtos com assinatura própria e adotar novos investimentos de publicidade. Um dos exemplos dessa estratégia é a parceria com o Guri de Uruguaiana, personagem do humorista Jair Kobe. Identificado com a cultura e as raízes do Rio Grande do Sul, o Guri de Uruguaiana figura como garoto-propaganda nos comerciais da marca. Além disso, a Farmácias São João passou a patrocinar o quadro de arbitragem do Campeonato Gaúcho de Futebol em 2011. Com a ação, a companhia estima que a marca tenha impactado cerca de 5 milhões de telespectadores a cada partida transmitida pela televisão aberta.

Para os próximos anos, a Farmácias São João deverá voltar seus esforços para a construção de um moderno Centro de Distribuição e de operações administrativas em Passo Fundo. A marca também lançará a Remex Vacinas, um empreendimento que surge para agregar novos serviços à empresa e suprir demandas de mercado.

Desde 2007, a Farmácias São João tem alcançado um crescimento médio de 50% ao ano – e o faturamento já ultrapassa a casa de R$ 1 bilhão. A ascensão da empresa e de sua marca estão calcadas em valores sólidos – em especial, o trabalho e o serviço à comunidade. Acreditando no potencial das pessoas como verdadeiro diferencial, a rede mantém uma série de ações sociais para colaborar com o incremento da qualidade de vida nas regiões em que atua.

Em 2010, a Farmácias São João conquistou o Troféu Mérito Lojista, concedido pela Câmara de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul. Em agosto de 2013, o reconhecimento veio para Pedro Henrique K. Brair, que recebeu da Assembleia Legisltativa do Rio Grande do Sul a Medalha Mérito Farroupilha – considerada a maior honraria concedida a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento econômico, social e cultural do estado.

A crença em melhor servir e propiciar a saúde – estampada na identidade visual, com a profusão de cores vivas nos ativos da cápsula aberta – soma-se à gestão competente e ao envolvimento dos colaboradores para nortear a caminhada da Farmácias São João em busca de novos e maiores desafios, sempre fiel ao seu slogan: Sua saúde é nossa missão.

leia também

A arte da conquista - Algumas das marcas mais lembradas pelos gaúchos ensinam como conquistar o exigente mercado do sul

A fantástica fábrica de perfumes - Saiba como surgiu a colônia Acqua Fresca, sucesso d'O Boticário

A grife gaúcha dos eletrodomésticos - Conheça a Venax, case do livro “100 Marcas do Rio Grande”

Aprendendo marketing com “De volta para o futuro” - Por que não existem ainda os skates voadores da ficção?

As cidades com melhor (e o pior) saneamento no Sul - Municípios do Paraná, como Londrina, destacam-se no investimento e tratamento de água e esgoto na região

comentarios




Dinalva Demetrio

Adoro o atendimento nas Farmácias São João. Sempre venho até Passo Fundo e faço as compras na cidade. Também já ouvi falar muito do dono da rede. É uma pessoa muito boa e generosa. Pena que não tem uma unidade da rede onde eu moro.

Comentar

Adicione um comentário: