Programa pelo Emprego e Competitividade chega ao PR

Evento reuniu 300 empresários em Curitiba

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Programa pelo Emprego e Competitividade chega ao Paraná

O Ministério da Economia, em parceria com o Sebrae, realizou na quinta-feira (13), no Paraná, o lançamento do Programa Mobilização pelo Emprego e Produtividade. O estado é o terceiro a ser inserido na ação. Em maio, Santa Catarina foi o segundo estado a contar com a iniciativa. No evento, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, voltou a ressaltar a importância de unir órgãos públicos e outras corporações para a melhoria do ambiente de negócios, principalmente para as micro e pequenas empresas, além dos Microempreendedores Individuais (MEI). O programa tem como finalidade mapear os entraves que impedem o desenvolvimento da economia local e apresentar soluções em busca da competitividade. 

“A natureza do Sebrae é servir, de ser ponte, assim como trabalhar de forma integrada”, afirmou Melles, durante o lançamento do programa, em Curitiba. Ele explicou que nos últimos anos a instituição apoiou diversas iniciativas em favor dos pequenos negócios, como a própria lei que criou o MEI. “Tivemos outros grandes avanços, como o Cadastro Positivo, Inova Simples e a criação da Empresa Simples de Crédito (ESC), que veio para revolucionar a oferta de crédito no país, com o fim da burocracia”, observou o presidente do Sebrae, que elogiou também a participação de outras instituições do Sistema S no apoio ao programa. “Precisamos conduzir os pequenos negócios nesse processo de mudança de marcha. Precisamos que nossos negócios tenham planejamentos mais eficientes”, finalizou Melles, ao falar das ações do Sebrae voltadas à melhoria do ambiente de negócios.                 

O secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, que está à frente do Programa dentro do governo federal, ressaltou que o poder público não pode mais comandar as ações da classe empresarial, dificultando os avanços do segmento. “O caminho para a prosperidade tem duas grandes bases: as reformas e, por outro lado, a agenda da produtividade”, acrescentou o secretário. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, elogiou a medida tomada pelo governo federal ao criar um programa com o perfil do Mobiliza Brasil. “Estaremos engajados nesse movimento”, afirmou. Conforme o representante do G7, grupo formada pelas sete maiores federações do setor produtivo do Paraná, José Roberto Ricken, todas as instituições estão apoiando a medida do governo. “Estamos em um novo ciclo de crescimento do país e temos que investir no setor certo”, avaliou. Os representantes do governo e Sebrae também se reuniram com prefeitos de diferentes municípios do estado para detalhar o programa.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: