“Ainda é difícil para a indústria entender o e-commerce”

Mesmo assim, a Termolar ampliou seu campo de atuação

Por Karine Menoncin

karine.menoncin@amanha.com.br

Linha de produção da Termolar

O e-commerce está longe de ser uma novidade, mas ainda desafia diversas empresas a repensarem seus modelos de venda. É o caso da indústria que, em geral, passa o produto ao atacado/distribuidor que, por sua vez, vende ao varejista. Ao encurtar esse caminho com o comércio eletrônico, a Termolar (foto) viu um grande potencial para divulgar sua marca e ampliar seu campo de atuação. Presente no mercado desde 1958, a grife conhecida pelas garrafas térmicas atende o mercado interno e exporta para a América Latina, a Europa e o Oriente Médio. Por ano, são produzidos, em média, 9 milhões de produtos destinados ao segmentos Casa, Escritório e Lazer.

Ao canal AMANHÃ TV, Natalie Ardrizzo, diretora financeira da Termolar, fala sobre a estagnação dos investimentos em inovação e o papel do e-commerce nos negócios

Edição: Allan Pochmann


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: