Na França, Fiesc apresenta oportunidades de investimento

Áreas de infraestrutura, energia e inovação estiveram em foco

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Na França, Fiesc apresenta oportunidades de investimento

No 6º Fórum Econômico Brasil-França, o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar (foto), apresentou as oportunidades de investimentos em infraestrutura, energia e inovação. Ele participou de painel sobre oportunidades de parceria nos estados brasileiros ao lado dos presidentes das federações de indústria de Goiás, Sandro Mabel, e do Mato Grosso, Gustavo de Oliveira. O encontro foi realizado em Paris, na quarta-feira (5), na sede do Ministério de Economia e Finanças, com a participação de cerca de 120 representantes franceses e brasileiros dos setores de energia, financeiro, cidades inteligentes, indústria cimenteira e governo. “Já havia participado de outra edição do Fórum, mas a deste ano superou as expectativas. Os franceses dão atenção especial para práticas sustentáveis e estão confiantes nas reformas que o Brasil fará. Também ficaram atentos às demandas de investimentos”, explicou Aguiar.

No painel, o presidente da federação abordou a infraestrutura de transportes de Santa Catarina e destacou as rodovias e o complexo portuário do estado que em 2018 totalizou 1,9 milhão de TEU´s, o segundo colocado em movimentação de contêineres do país. Em relação ao gás natural, informou que o estado demanda cerca de 2 milhões de metros cúbicos por dia, dos quais 1,5 milhão de metros cúbicos é usado pela indústria. Também apresentou o ecossistema de inovação e ressaltou que Santa Catarina foi o estado brasileiro que mais gerou empregos na indústria em 2018, tem a menor taxa de desemprego e ocupa a segunda posição no ranking de competitividade. Aguiar participou do Fórum a convite da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que promoveu o evento em parceria com a organização Medef Internacional. A entidade atua no desenvolvimento das empresas francesas nos países emergentes. Cerca de 7 mil companhias do país europeu participam anualmente das ações promovidas pela Medef.

A França é o 22º destino das exportações catarinenses. No ano passado, o estado embarcou US$ 97 milhões ao país europeu. O valor é 34% superior ao registrado no mesmo período em 2017. Entre os principais produtos destacam-se tabaco, soja, móveis, partes e acessórios para veículos e motores elétricos. As importações catarinenses da França somaram US$ 134 milhões no período, com destaque para máquinas para trabalhar plástico, revestimento de ferro laminado, vinho e medicamentos.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: