Aurora adquire indústria de suínos da antiga Chapecó

O valor da transação foi de R$ 235 milhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Aurora adquire indústria de suínos da antiga Chapecó

A Cooperativa Central Aurora Alimentos anunciou na manhã desta quinta-feira (16) a aquisição da unidade industrial de abate e processamento de suínos da antiga Chapecó Alimentos que estava arrendada desde dezembro de 2003. A venda se deu nos autos do processo de falência da Chapecó, através de uma venda judicial extraordinária e homologada pelo Juiz da 3ª Vara Cível da Comarca de Chapecó.

O anúncio foi feito pelo presidente Mário Lanznaster (ao centro, na foto). O valor da transação foi de R$ 235 milhões em recursos financiados pelo prazo de 12 anos financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além do Banco ABC, do Banco do Brasil e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Além da indústria de suínos, a compra alcança um conjunto de ativos que entre granja de suínos e reflorestamentos totalizam cerca de 780 hectares. O frigorífico tem capacidade instalada para abater 2.700 suínos/dia, mas, atualmente processa 2 mil cabeças/dia e mantém 1.764 empregados diretos. A prioridade da Aurora ao arrendar a planta, em 2003, não era ampliar os abates na unidade da Chapecó, mas industrializar a carne suína gerando um mix de produtos acabados das linhas de salsichas, presuntos, mortadelas e salgados, além de cortes. Isso representou, na época, um aumento de 50% na capacidade instalada.



leia também

BNDES empresta R$ 64 milhões para PCH no Paraná - Pequena central hidrelétrica Cantu 2 deve começar a operar ano que vem

Bradesco e Santander fazem propostas pelo HSBC - A expectativa é que oferta seja de pelo menos R$ 10 bilhões

Campagnolo é reconduzido à presidência da Fiep - Mandato buscará protagonismo dos empresários na vida pública

Chega de saudade - Devemos sempre lamentar a morte de empresas tradicionais?

Cinco testes para avaliar ideias inovadoras - Maximiliano Carlomagno ensina que cada fase demanda análise própria

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: