Parque Beto Carrero é disputado por fundos

Ao menos três interessados já fizeram propostas

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Parque Beto Carrero é disputado por fundos

O parque de diversões Beto Carrero World contratou a assessoria financeira Essentia Partners para venda de sua operação. A informação foi veiculada pelo jornal Valor Econômico nesta quinta-feira (9). “Ao menos três interessados já fizeram propostas, avaliando o parque entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão. O parque nega que esteja à venda”, revela a reportagem assinada por Maria Luíza Filgueiras. 

“As gestoras de private equity Advent e Carlyle são as mais avançadas na negociação, conforme três pessoas com conhecimento do assunto. A gestora Vinci Partners também chegou a avaliar o negócio e fez proposta, segundo as fontes. Mas as ofertas de Carlyle, principalmente, e Advent estariam mais competitivas neste momento em relação a preço.

Conforme as fontes, o parque tem uma margem operacional de quase 50%, com geração de caixa anual de R$ 120 milhões”, relata a matéria. Segundo o Valor, ao contrário do investimento no Hopi Hari, que se mostrou um mau negócio para investidores, o Beto Carrero tem alta rentabilidade.

Procurado sobre esse processo de venda, o Beto Carrero World afirmou ao Valor que "esta é uma informação improcedente e sem fundamento. Não há previsão de qualquer andamento neste sentido." Segundo a reportagem, os fundos não comentam estratégias de investimento e a Essentia não deu retorno ao pedido de entrevista. Com sede em Penha(SC), o Beto Carrero World recebe anualmente cerca de 2,2 milhões de turistas e tem como meta subir esse número para 6 milhões de visitantes em cinco anos. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: