Grupo Positivo vende sistema de educação por R$ 1,6 bilhão

A aquisição não inclui outros negócios, que abrangem colégios

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Grupo Positivo vende sistema de educação por R$ 1,6 bilhão

O Grupo Positivo fechou por R$ 1,65 bilhão a venda do sistema de educação Positivo para a Arco Educação, que surgiu no Ceará em 2006. A unidade adquirida vende produtos e serviços (como apostilas e orientação pedagógica) para 3,4 mil escolas privadas no país, sob a marca Positivo. O negócio, que atende a 650 mil alunos e tem 3 mil escolas conveniadas em todo o Brasil, depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A expectativa é de que os trâmites estejam concluídos em seis meses.

A aquisição não inclui outros negócios do Grupo Positivo, que abrangem 13 colégios, universidade, curso pré-vestibular, gráfica e o sistema de ensino Aprende Brasil, que atende escolas públicas. O faturamento desses negócios no ano passado somou R$ 849 milhões. As negociações com a Arco duraram cerca de um ano. Além da venda, as tratativas incluíram parcerias de longo prazo para que a gráfica do grupo continue a imprimir os materiais do sistema de ensino Positivo, que também continuará a ser utilizado pelas escolas próprias do grupo.

Segundo o acordo, metade do pagamento será feita no fechamento do negócio e a metade restante em cinco anos. Não haverá pagamentos em 2020, 10% serão quitados em 2021 e 2022 e 15% em 2023 e 2024. Com a aquisição do Positivo, a Arco Educação vai ganhar em escala e passará a atender a 4,8 mil escolas e mais de 1,2 milhão de estudantes. No ano passado, a Arco faturou R$ 381 milhões.

O foco do Positivo é se concentrar, a partir de agora, nas atividades de ensino. O grupo estuda novas oportunidades de negócios na educação. Segundo a companhia paranaense, aquisições não são descartadas e sondagens já foram feitas em várias regiões. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: