Como estão os oito bilionários originais do Facebook

Mark Zuckerberg: fortuna de US$ 38 bi

Por Infomoney

Como estão os oito bilionários originais do Facebook

A maior rede social do mundo, sem dúvida, é o Facebook. A companhia norte-americana também é referência em termos de tecnologia e uma das melhores empresas para trabalhar. Segundo ranking da empresa Wealth-X, a rede social criou mais bilionários com menos de 40 anos do que qualquer outra empresa.

Os fundadores do WhatsApp Jan Koum e Brian Acton, que se tornaram bilionários após a venda do seu aplicativo para o Facebook por US$ 19 bilhões, são apenas um dos exemplos. O Business Insider selecionou as principais pessoas que fizeram – ou fazem – parte da equipe do Facebook no começo e hoje provam que a companhia se tornou praticamente uma máquina de dinheiro. Confira:

Mark Zuckerberg, CEO e co-fundador
O atual CEO do Facebook já fez outras aquisições em nome da empresa, como o WhatsApp e a Oculus VR, um óculos de realidade virtual em desenvolvimento e que deve ser lançado no próximo ano. Um dos bilionários mais jovens do mundo, em 10º lugar no ranking da Bloomberg, ele possui um patrimônio de US$ 38,3 bilhões.

Eduardo Saverin, co-fundador
O brasileiro que foi sócio de Mark Zuckerberg durante o início do Facebook possui um patrimônio de mais de US$ 5,4 bilhões atualmente, com 33 anos. Desde que mudou para Singapura, em 2012, fez diversos investimentos em empresas de tecnologia. Ele também é co-fundador da venture capital Velos Partner.

Chris Hughes, co-fundador
Após deixar o Facebook em 2007, Hughes passou a trabalhar em estratégia digital para a campanha de Barack Obama em 2008. Também fundou a Jumo, rede social sem fins lucrativos que se uniu à organização GOOD. Em 2012, ele comprou participação na polêmica revista norte-americana New Republic. Atualmente, com 31 anos, ele é dono de um patrimônio estimado em US$ 850 milhões.

Dustin Moskovitz, co-fundador
Estima-se que seu patrimônio seja de US$ 9,1 bilhões. Ele fundou o aplicativo de gerenciamento de atividades Asana em 2008, após deixar o Facebook. Também doou milhões de dólares para causas como a erradicação da malária e os direitos de casamento através da Good Ventures.

Sean Parker, ex-presidente
O também fundador do Napster anunciou que iniciará a Parker Foundation, uma fundação para focar em três programas de financiamento: ciências da vida, saúde pública mundial e engajamento civil. Recentemente, ele também prometeu investir US$ 24 milhões para desenvolver o Sean N. Parker Center for Allergy Research, em Stanford – um centro para pesquisa de alergias. No ano passado, Parker fundou a startup de engajamento civil Brigade Media. Aos 35 anos, o patrimônio dele é estimado em US$ 2,8 bilhões.

Sheryl Sandbeg, a primeira mulher no conselho da empresa
Sheryl, com 45 anos, lançou o livro “Lean In”. Na obra, que se tornou um best-seller, ela fala sobre mulheres no ambiente de trabalho. Além disso, ela recentemente lançou uma campanha para a igualdade de gênero com a liga de basquete feminina WNBA. Sheryl também integrará o conselho da SurveyMonkey, da qual seu falecido marido era CEO. Seu patrimônio atual é de US$ 1,1 bilhão.

Yuri Milner, ex-investidor
Em 2009, sua empresa Milner’s Digital Sky Technologies investiu US$ 200 milhões na rede social. Dois anos depois, Milner voltou sua atenção para as empresas chinesas, como o Alibaba e Xiaomi – apesar de também aportar recursos em startups como  Spotify e Airbnb. O patrimônio de Milner está estimado em US$ 3,3 bilhões. As ações do Facebook e Twitter foram todas vendidas em 2013 e 2014.

Peter Thiel, investidor
Atuante na companhia desde 2006, Thiel já vendeu a maior parte de sua participação na rede social em 2012. Através de sua própria venture capital, a Founders Fund, ele já investiu em startups como Airbnb, SpaceX, Spotify e Stripe. Com um patrimônio de US$ 2,2 bilhões, Thiel já participou de um programa de bolsas com US$ 100 mil para estudantes da faculdade de empreendedorismo para que criassem suas próprias empresas.



leia também

A Apple aumentará sua fatia do bolo - Novos produtos podem mudar a expansão da empresa em novas áreas

A segurança na ponta dos dedos - Impressão digital fará com que pessoas deixem de carregar documentos

A transformação digital da agricultura - Tecnologia pode melhorar rendimento de produtores

Anac autoriza uso de celulares durante voos da Gol - Aparelhos deverão funcionar no modo avião

Angelus inaugura planta de R$ 10,4 milhões - Empresa de Londrina espera crescer 20% ao ano

Aparelho quer transformar televisão em tablet gigante - O Touchjet Wave detecta toques na tela

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: