Weg anuncia receita e lucro maiores em 2018

Empresa vê recuperação do setor industrial brasileiro

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

A Weg obteve receita líquida R$ 11,9 bilhões em 2018, valor 25,7% maior que em igual período de 2017. A última linha do balanço também apresentou um resultado vistoso. Com avanço de 17,2% sobre 2017, o lucro líquido somou R$ 1,3 bilhão. A companhia de Jaraguá do Sul (SC) faturou R$ 3,1 bilhões no quarto trimestre, indicador 16,9% superior ao mesmo intervalo de 2017 e 3,5% inferior ao terceiro trimestre do ano passado. Segundo a Weg, ajustada pelos efeitos da consolidação da aquisição da TGM, a receita mostraria crescimento de 15,1% sobre o quarto trimestre de 2017.  

A Weg observa uma evolução no processo de recuperação do setor industrial brasileiro entre outubro e dezembro. “Além dos investimentos em equipamentos de ciclo curto que se encontram em níveis normais, começamos a observar a retomada das cotações de projetos de ciclo longo, ainda concentradas em indústrias específicas como a de papel e celulose e óleo e gás. Vale destacar que essa retomada deve acontecer de forma gradual, dependendo também da confirmação da melhora do cenário econômico e do aumento da confiança da indústria brasileira. Na área de Geração, Transmissão e Distribuição (GTD) a menor participação dos

projetos de geração eólica em conjunto com a oscilação na entrega de pedidos em transmissão e distribuição, natural em momentos de troca de governos estatuais e federal, contribuíram para a redução da receita do quarto trimestre no Brasil”, explica a companhia em seu relatório anual. 

“No mercado externo, o crescimento se mantém consistente nas vendas de equipamentos de ciclo curto e novas oportunidades em projetos que demandam equipamentos de ciclo longo continuam aparecendo, principalmente para os segmentos de óleo e gás, papel e celulose e mineração”, detalha a companhia. A Weg é a 6ª maior companhia da região, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado por AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Clique aqui para ler o relatório completo disponibilizado pela Weg


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: