BRF vende ativos na Europa e Tailândia para a Tyson

A transação resultou em um negócio de US$ 340 milhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

BRF vende ativos na Europa e Tailândia para a Tyson

A BRF (foto) anunciou que celebrou com a Tyson Foods um contrato de compra e venda de 100% das ações detidas pela companhia catarinense em sociedades localizadas na Europa e Tailândia, que desenvolvem atividades de processamento de alimentos e abate de aves. A transação resultou em um negócio de US$ 340 milhões. A operação faz parte do plano de reestruturação da companhia. O conjunto das medidas deverá resultar na arrecadação de um total de R$ 4,1 bilhões dos R$ 5 bilhões que haviam sido inicialmente previstos.

Em janeiro, a empresa já havia vendido a argentina Campo Austral por US$ 35,5 milhões. Em dezembro, a BRF se desfez da Avex – que atua na produção de alimentos à base de frango e margarinas, também na Argentina – para a Granja Tres Arroyos e Fribel. Ambas se comprometeram a adquirir 100% do capital da empresa por US$ 50 milhões. 

Até setembro de 2018, a BRF registrou prejuízo líquido de R$ 2,3 bilhões, valor seis vezes maior que o mesmo período do ano passado (quando teve prejuízo de R$ 318,7 milhões). No mesmo período, a companhia catarinense registrou recuo de 7,4% na receita líquida, apresentando um volume de vendas de R$ 17,5 bilhões. Já no terceiro trimestre, as perdas foram de R$ 812 milhões, mas menores do que no segundo trimestre, quando perdeu quase o dobro desse valor (R$ 1,4 bilhão).


leia também

Agora quem não quer sou eu - E quando a empresa pisa na bola e compromete a imagem da celebridade que a endossa?

Alexandre Almeida comandará a BRF no Brasil - Companhia catarinense também anunciou outras mudanças

Brasil Foods cria subsidiária para mercados muçulmanos - A Sadia Halal poderá atuar em países ainda não atendidos pela empresa

Brasil Foods investe US$ 16 milhões na Malásia - Companhia quer expandir presença no sudeste asiático

Brasil Foods, a queridinha dos fundos de investimento - Empresa catarinense atrai 75% do total aportado no setor de alimentos

Brasil pode perder até R$ 2 bi por escândalo da carne - AEB leva em conta a redução de preços e a perda de mercado

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: