Realidade virtual é uma grande aliada da Embraco

Tecnologia reduz tempo de implementação de equipamentos

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Realidade virtual é uma grande aliada da Embraco

Imagine poder visualizar em escala real uma máquina, checar aspectos ergonômicos, identificar possíveis falhas de segurança e validar conceitos técnicos. Porém, muito antes de ela ser construída. E mais do que isso: corrigir rapidamente erros, ganhando tempo na aprovação do projeto e na implementação desse equipamento na fábrica. Pois isso é totalmente possível e já tem mudado alguns processos na indústria nos mais variados setores, da manufatura à saúde, da fábrica à prateleira de vendas. 

Na Embraco, que tem unidade fabril em Joinville (SC), a adoção da realidade virtual permitiu reduzir, em média, 3% do custo total de equipamentos, acelerando a implementação nas linhas de produção.  Desde janeiro do ano passado, grande parte dos equipamentos para uso nas linhas de produção da companhia, no Brasil, foi projetada e validada por meio da realidade virtual, que possibilita uma experiência imersiva do operador na máquina (a imagem mostra o uso da tecnologia, com uso de notebook, software e óculos de realidade virtual).

Itens como segurança, ergonomia, manutenção e facilidade na operação são avaliados por todos os envolvidos – especialistas, técnicos de manutenção, de ergonomia, preparadores e operadores – ainda na fase de projeto. Isso permite a identificação imediata de eventuais falhas e a realização de ajustes necessários antes da construção do equipamento. É possível notar, por exemplo, se é necessário mudar a posição de painel, o local de acesso para manutenção ou qualquer outra alteração. 

“A realidade virtual reduz tempo de desenvolvimento, implantação e custo do equipamento por evitar retrabalho e garantir que a máquina chegue totalmente apta e segura à fábrica. Permite tomar decisões muito mais rápidas em relação ao projeto e às mudanças que precisam ser feitas”, atesta Claudemir dos Santos, diretor de operações da planta no Brasil. Outra vantagem da tecnologia é a possibilidade de oferecer treinamentos para operadores, preparadores e responsáveis por manutenção durante o desenvolvimento dos projetos. Desta forma, quando o equipamento é instalado, todos já sabem como ele funciona.  

Com sete fábricas, três escritórios comerciais e uma unidade global de serviços compartilhados, a Embraco possui aproximadamente 1.200 patentes depositadas vigentes e está presente em mais de 80 países.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: