Um jeito humano de fazer negócios

Gazin investe na valorização de seus funcionários

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Funcionários da Gazin

O case a seguir faz parte do livro “Paraná – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ.


Há 51 anos, no noroeste paranaense, em Douradina, nascia uma pequena loja de variedades. A iniciativa foi capitaneada em 1966 por Mário Gazin, à época, um jovem de 16 anos, juntamente com o investimento de seu pai, Alfredo, que entregou um jipe e parte da chácara da família em troca de um ponto comercial na cidade. Empreen-dimento ousado em um período no qual uma grave crise financeira assolava o país, e as placas de “aluga-se” e “vende-se” tomavam conta das fachadas de Douradina. Em seis meses, toda a família já estava envolvida no negócio, que vendia de alimentos a móveis.

O esforço familiar no empreendimento superou as crises do setor e, em menos de 10 anos, a Gazin firmou-se para além do território paranaense, inaugurando sua primeira filial em Eldorado, em Mato Grosso do Sul. A migração de muitas famílias para o sul mato-grossense acelerou a expansão da Gazin para a região que, em 1976, já contava com duas lojas. O sonho de Mário era ter uma loja e um caminhão para cada um dos seus cinco irmãos cuidarem. Porém, os planos e a vontade de contribuir para a geração de emprego superaram as expectativas iniciais.

A pequena loja de Douradina que deu início ao Grupo Gazin ficou na história. Hoje, as lojas da rede são estruturas amplas, estrategicamente localizadas e completas, que mantêm a variedade e a oferta de produtos diversificados para atender às necessidades dos consumidores. “O consumidor tem sido mais cuidadoso e seletivo ao gastar seu dinheiro. Essa mudança de hábitos exige um preparo e especialização ainda maior das empresas. As pessoas sempre terão suas necessidades e o desejo de comprar de uma marca que as atenda bem, e dê valor ao sonho delas”, avalia Osmar Della Valentina, presidente do Grupo Gazin desde 2014, quando o sócio-fundador, Mário Gazin, passou o comando da companhia. É dele a missão de gerir a meta da Gazin: ser a Melhor Empresa para se Trabalhar no Brasil e estar entre os 140 Maiores Grupos Empresariais do País até 2019.

Ousada expansão pelo Brasil
A trajetória da empresa é impetuosa. Na década de 1980, a Gazin instalou-se em Mato Grosso. Em 1998, a companhia expandiu seus negócios e iniciou a fabricação de colchões em Douradina. Nos anos 2000, o crescimento do Grupo acentuou a capilarização nos estados, fazendo sua marca se espalhar pelo território brasileiro. Em apenas uma década, a empresa registrou o início da operação do Atacado Gazin; a instalação no Acre, o lançamento do Consórcio Nacional Gazin, a abertura da segunda fábrica Gazin Colchões em Rondônia; uma filial de varejo no mesmo estado; o estabelecimento no Amazonas; a chegada no Rio Grande do Sul com a terceira planta de colchões; a instalação na Bahia com uma unidade de colchões; e ainda a abertura de uma quinta fábrica em Mato Grosso.

Em 2011, o varejo da Gazin chegou ao estado do Pará. No mesmo ano, a sua operação fabril passou a contar com a maior indústria de molas da América Latina – planta em Douradina –, pertencente à Gazin Colchões. Já em 2016, a empresa inaugurou um Centro de Distribuição e seis lojas em Goiás. Recentemente, a companhia levou o seu varejo a mais um estado, o Tocantins. Hoje, a Gazin está presente em nove estados brasileiros, com 245 lojas, cinco indústrias de colchões e estofados, uma indústria de molas e 13 centros de distribuição de mercadorias.

O varejo da Gazin foi a mola propulsora do crescimento de todo o Grupo, e a empresa aposta no bom atendimento para o sucesso dos negócios. Pensando nisso, a Gazin foi pioneira no projeto Tiger, disponibilizando para cada vendedor um tablet para realizar o atendimento aos clientes. Além da variedade dos produtos, a marca alia o preço competitivo às preferências e características regionais, principalmente do Norte e Centro-Oeste onde tem uma forte presença. Por conta disso, a Gazin é a preferida das regiões, segundo estudo publicado pela revista Exame. Para os consumidores, a marca, entre outras 60 lojas de eletroeletrônicos, tem o melhor custo-benefício – figurando à frente das líderes de mercado. 

Essa trajetória de sucesso só foi possível graças ao conceito norteador da Gazin: fazer sempre o melhor para seus clientes. Esse princípio orienta as ações dos mais de 7 mil funcionários do Grupo. No aniversário de 50 anos da marca, os clientes foram presenteados com o sorteio de 100 barras de ouro – o equivalente a R$ 4 milhões – pelas lojas de varejo e pela Gazin Colchões. Participar da realização dos sonhos das pessoas transcende a filosofia da marca e pauta suas ações de relacionamento que priorizam a satisfação do consumidor. É a paixão por servir oferecendo o melhor em produtos e serviços e atendimento diferenciado.

Novos rumos
A Gazin nasceu com a alma no varejo, mas, com o tempo, diversificou suas operações para melhor atender às necessidades do seu público. Hoje, com mais de 10 empresas integrando o Grupo, consolidou-se como uma rede de soluções. Foi assim que nasceu o Atacado Gazin, voltado a atendimento de lojistas de pequeno e médio porte. A presença do Grupo nessa fatia de mercado só tem crescido. O Atacado é um dos maiores do Brasil em eletrodomésticos. Com 13 centros de distribuição espalhados pelo Brasil e com frota própria. A Gazin também aposta na produção própria de colchões, estofados, travesseiros, espumas e molas – estratégia para reduzir o custo dos produtos e assegurar alta qualidade para os consumidores. Atualmente, são seis unidades fabris, e o Grupo visa à abertura de mais cinco plantas nos próximos anos. 

Para facilitar e agilizar o acesso dos clientes a linhas de crédito, por consequência, realizar seus sonhos, a Gazin conta com uma série de operações financeiras, como o Consórcio Nacional Gazin, a Gazin Cred e a Paranatec. Outros braços do Grupo são a Gazin Viagens – com pacotes de turismo, lazer e negócios – e o Gazin Auto Posto, que, além de posto de abastecimento, oferece serviços automotivos complementares. A Gazin investe também em fazendas para criação de gado, plantio de eucalipto e espécies florestais no Paraná e em Mato Grosso do Sul.

Jeito Gazin
O que não mudou nesse meio século de história da Gazin é a sua filosofia de servir valorizando as pessoas. É impossível não falar da sua cultura, considerada um dos diferenciais competitivos da empresa representada pelo Jeito Gazin. Uma marca que atravessou os portões da companhia, ultrapassando o propósito de ser uma campanha interna para formação profissional, valorização das pessoas e retenção de talentos. Ao avistar a marca, funcionários e comunidade sabem que se aproximam de ações e atividades que levam os cuidados da Gazin para com as pessoas, gerando valor.

Além de benefícios tradicionais aos funcionários, como a bonificação por tempo de serviço, o 14º salário e o programa de participação nos lucros e resultados, uma série de ações são realizadas sob o guarda-chuva “Jeito Gazin”. Elas vão desde práticas de desenvolvimento profissional, com bolsas de estudos, manutenção da universidade corporativa e programa Jovem Aprendiz, a ações de relacionamento, como o jantar mensal preparado pelo presidente da companhia, o café comunitário na matriz da empresa, o programa “Bem Estar” e o programa “Bem Amigos Condutores”. Essa política de valorização e desenvolvimento das pessoas coloca a Gazin como a quinta melhor empresa para trabalhar no Brasil e também na América Latina. “Quando se tem um time, tem-se um bom atendimento. Acreditamos que ser a melhor empresa para se trabalhar implica ser a melhor empresa para se comprar no país”, enfatiza Della Valentina. Assim, com investimentos contínuos na política de Gestão de Pessoas, a Gazin almeja ser, até 2019, a empresa número um do Brasil nesse ranking e estar entre os 140 Maiores Grupos Empresariais do País.


leia também

25 anos: do tubo de alumínio aos componentes - O aumento do portfólio da Arotubi ocorreu naturalmente

A jovem gigante DINAMIK Rental - Empresa do Grupo Cargo ganha mercado a cada ano

Alcast: um grupo, duas grandes marcas - A produção da Panelux ganhou forma no ano 2000

BBM Logística: na estrada do futuro - Empresa tem 4 mil veículos em operação em todo o país

Bematech: à frente de seu tempo - Empresa impulsiona a transformação digital corporativa

C.Vale: apoio para quem produz no campo - Marca é uma das maiores cooperativas singulares do Brasil

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: