Hengst investe R$ 7 milhões em ampliação de fábrica

Planta de Joinville produzirá produtos para América Latina

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Luiz Mirara, CEO da Hengst Brasil

Após crescer 25% no ano passado, a subsidiária brasileira da Hengst, fabricante alemã de filtros e sistemas de filtragem automotivos, pretende fortalecer sua atuação no país em 2019. A partir deste mês, a empresa começará a ampliar sua fábrica, localizada em Joinville. O investimento de R$ 7 milhões irá expandir a área construída em 2 mil metros quadrados, triplicando a capacidade produtiva.

“No momento, a produção no Brasil é 100% focada no mercado automotivo. Mas, certamente, a unidade tem futuro certo na produção local de filtros para o setor industrial, o que deverá acontecer de forma paralela às atividades atuais”, afirma Luiz Mirara (foto), CEO da Hengst Brasil. A matriz alemã escolheu a unidade brasileira para abastecer toda a América Latina. Cerca de 80% dos produtos que atendem a região já são fabricados no país.

Para reforçar sua presença no mercado de filtros industriais, a Hengst adquiriu nos últimos três anos duas empresas especializadas no segmento: a dinamarquesa Nordic Air Filtration e a alemã Delbag. A Nordic Air é líder de mercado em soluções de alta qualidade para filtragem de ar industrial. Com portfólio de 4 mil produtos, a empresa tem unidades na Dinamarca e nos Emirados Árabes Unidos, e faturamento anual de 15 milhões de euros. Já a Delbag, adquirida no ano passado, fabrica sistemas de filtragem de ar para aplicações comerciais, industriais e residenciais, e fatura cerca de 30 milhões de euros por ano. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: