Copel focará investimentos dentro do Paraná

O objetivo do governo é modernizar a estatal

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Posse de Daniel Slaviero na Copel

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta quarta-feira (16) que o objetivo do governo paranaense é modernizar a Copel, visando o aumento da eficiência e a redução dos custos da empresa.  “A Copel voltará a ser a matriarca do setor para fazer o seu melhor, que é gerar, transmitir e distribuir energia”, destacou Ratinho Junior na solenidade de posse do novo presidente da companhia, Daniel Pimentel Slavieiro. A estatal, segundo o governador, é estratégica para o desenvolvimento econômico e social do Paraná e, por isso, focará seus investimentos futuros dentro do estado. “Por muito tempo os investimentos foram feitos fora do Paraná. Agora isso vai mudar, pois precisamos cuidar da nossa casa. A Copel é dos paranaenses e assim continuará sendo”, anunciou. Ratinho Junior também lembrou que as ações da companhia abriram a semana em alta na B3, Bolsa de Valores brasileira, e na Bolsa de Valores de Nova York. “Isso mostra que a empresa tem credibilidade e que estamos na direção certa, inclusive em relação à composição da nova equipe diretora, escolhida com base em critérios técnicos”, declarou. Os papéis da Copel alcançaram o valor de R$ 34,20 na B3, maior preço do ano, e US$ 9,17 na Bolsa de Valores de Nova York.

Slavieiro foi escolhido por Ratinho Junior para presidir a Copel por sua experiência em gestão e perfil adequado para encabeçar os desafios. Ele foi eleito para o cargo em reunião realizada pelo Conselho de Administração da Copel (CAD) na última terça-feira (8). Formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Gestão Empresarial pela Escola de Negócios Kellogg, da Universidade Northwestern, e pela Universidade de Harvard, ambas nos Estados Unidos, Slavieiro salientou que os pilares da nova gestão serão a governança corporativa e o compliance. “Todos os setores da Copel trabalharão com metas. Além disso, está na pauta da companhia a preservação do meio ambiente e a responsabilidade social, como também a busca por novas formas de geração de energia, a exemplo da biomassa e do smart grid”, enumerou. “Acreditamos que é possível crescer e preservar o meio ambiente ao mesmo tempo”, acrescentou.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: