Governo gaúcho avaliará novas concessões e PPPs

Atualmente, há quatro propostas em andamento

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Acesso asfáltico entre Jaboticaba e Rodeiro Bonito, no Rio Grande do Sul

O governo do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), vai avaliar possíveis novas concessões e parcerias público-privadas no estado. Conforme o secretário Claudio Gastal, em 60 dias, a SGGE realizará um levantamento de ativos que poderão ser repassados para a iniciativa privada e para o terceiro setor. Segundo Gastal, a compilação será feita em cada secretaria, levando em conta a atratividade. "Vamos agilizar as parcerias no Rio Grande do Sul. É uma demanda que o governador Eduardo Leite pediu prioridade. Nosso conceito é de que o serviço público deve ter qualidade. Indiferente de quem o realiza, se é o próprio governo, empresa privada ou terceiro setor. O cidadão, que é o sentido de tudo, tem que estar satisfeito e bem atendido. Por isso, vamos elencar os possíveis ativos do governo, em diversas áreas e apresentá-los", afirmou.

Atualmente, há quatro propostas em andamento no estado, com diferentes status e prazos legais. A PPP da Corsan, que permitirá a ampliação do saneamento básico na região metropolitana, ainda necessita da aprovação da Câmara Municipal de Canoas para posterior publicação do edital. Já o edital do Zoológico de Sapucaia do Sul está em avaliação na Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Central de Licitações (Celic). Na área de transportes, as rodovias estaduais (ERS-324, RSC-287 e ERS-020) e a Estação Rodoviária de Porto Alegre estão em fase final de estudos pela KPMG, consultoria contratada no governo anterior. A expectativa da atual gestão é de que os estudos estejam concluídos até fevereiro.

Em suas redes sociais, o governador Eduardo Leite falou sobre as concessões para as estradas gaúchas. “Aquelas com maior fluxo de veículos devem ser operadas pela iniciativa privada, eliminando gastos públicos desnecessários e focando naquilo que é mais essencial para o Estado”, salientou.


leia também

A deficiência que a crise esconde - A profissão de caminhoneiro não desperta o interesse de jovens – e isso pode causar um novo apagão rodoviário

Aeroporto de Curitiba é o melhor do país - Terminal de Porto Alegre ficou em quinto lugar

Aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu serão privatizados - Governo espera leiloar a concessão no segundo semestre de 2017

Aporte após concessão do Salgado Filho será de R$ 1,7 bi - Terminal de Florianópolis receberá investimento de R$ 918 mi

BID no Brasil lança síntese para apoio de projetos - Banco apresenta alternativas para o aumento do aporte em infraestrutura

Codesul projeta criar corredores de infraestrutura - A ideia é criar um caderno com cronograma de ações e valores

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: