Produção de peixes alavanca faturamento da C.Vale

Cooperativa paranaense estima receita 20% superior a 2017

Por Karine Menoncin

karine.menoncin@amanha.com.br

Ademar Pedron, vice-presidente da C.VAle, no evento de premiação das 500 MAIORES DO SUL

Depois dos grãos, da mandioca, do leite, dos suínos e dos frangos, foi a vez da C.Vale apostar na piscicultura. A cooperativa de produção investiu cerca de R$ 110 milhões na construção de um abatedouro de peixes com capacidade para 150 mil tilápias por dia. A companhia de Palotina (PR) foi uma das agraciadas pelo ranking 500 MAIORES DO SUL, figurando no nono lugar entre as maiores empresas paranaenses. Em entrevista ao canal AMANHÃ TV, Ademar Pedron (foto), vice-presidente, fez um balanço do ano de 2018 da cooperativa.

Maior e mais completo ranking empresarial da região, 500 MAIORES DO SUL é realizado há 28 anos por AMANHÃ e PwC – referência global em auditoria, assessoria tributária e empresarial. Revela indicadores de mil empresas – as 500 maiores e as 500 emergentes, com sede no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Para conferir os resultados completos desta edição do ranking GRANDES & LÍDERES – 500 MAIORES DO SUL clique aqui.

Edição: Allan Pochmann




leia também

500 MAIORES DO SUL reúne companhias da região - Festa de premiação de AMANHÃ e PwC congregou líderes empresariais

Agregação de valor: no Paraná soja e milho viram peixe - Frigorífico inaugurado pela C.Vale revela estratégia da cooperativa que optou por comercializar carne em vez de grãos

Agricultura 4.0 na mira da Stara - Gilson Trennepohl foi um dos agraciados em 500 MAIORES DO SUL

C.Vale fatura R$ 6,8 bilhões em 2016 - Resultado foi ajudado pela expansão para o RS

C.Vale investe R$ 80 milhões em frigorífico no Paraná - Unidade será construída este ano no complexo avícola da empresa

C.Vale investirá mais de R$ 110 milhões em frigorífico - Associados da cooperativa de Palotina produzirão peixes

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: