BSBIOS anuncia aporte de R$ 72 milhões em Passo Fundo

Empresa elevará em 43% sua produção de biodiesel

Da Redação

redacao@amanha.com.br

BSBIOS anuncia aporte de R$ 72 milhões em Passo Fundo

Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (27), em Passo Fundo, o presidente do BSBIOS, Erasmo Carlos Battistella confirmou, ao lado do prefeito Luciano Azevedo, um investimento de R$ 72 milhões na cidade, sendo que desse valor R$ 47 milhões será utilizado nas ampliações e R$ 25 milhões em capital de giro. Battistella destacou que essa expansão está em linha com o crescimento do setor e da companhia. “Com essa iniciativa estamos nos preparando para atender o aumento de mistura dos atuais 10% para 15% de biodiesel ao óleo diesel. Também queremos continuar, conforme a nossa visão, estando entre os três maiores produtores de biodiesel do país,” ressaltou o empresário, pontuando que neste ano a BSBIOS alcançará novamente a primeira posição no ranking. Azevedo ressaltou a importância do investimento para Passo Fundo. “O município tem suas dificuldades, mas está recebendo investimentos que nenhuma outra cidade do interior do Estado recebe neste momento”, afirmou o prefeito. 

Neste momento a companhia está fazendo o licenciamento ambiental, a previsão é de que as obras no processamento de grãos ocorram em fevereiro de 2019. Já as fábricas de biodiesel e de desodorização de gordura devem iniciar entre abril e agosto do próximo ano. Para esse período serão gerados 200 empregos extras. Um dos pilares do acordo de instalação foi de no mínimo prover 120 empregos diretos e indiretos, o que foi alcançado rapidamente. Atualmente, são gerados 265 empregos diretos e, de acordo com o estudo de impacto econômico da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE, a companhia gera 15.688 empregos diretos e indiretos no município. A pesquisa também apontou que a BSBIOS contribui com o incremento de R$ 17,8 bilhões ao PIB de Passo Fundo desde a sua criação. 

Quando iniciou a produção de biodiesel em Passo Fundo possuía capacidade para fabricar 124,2 milhões de litros de biodiesel por ano e, desde então já passou por três ampliações. Agora a empresa se prepara para crescer ainda mais, passando de 288 milhões de litros para 420 milhões de litros de biodiesel por ano, um crescimento de 43%. A planta de processamento de grãos também receberá um incremento. Ela passará dos atuais 1.080 mil toneladas de esmagamento de soja anuais passará a processar 1.280 mil toneladas por ano.  Além do aumento de capacidade que vai gerar um maior consumo de matéria-prima, haverá uma demanda adicional de serviços, como no segmento de transporte, estima-se que haverá um incremento de 30% no tráfego de caminhões. A BSBIOS ainda vai gerar cerca de 20 novos postos de trabalho. 

Uma novidade para o parque de Passo Fundo será a construção de uma planta de desodorização de gordura, o que permitirá o processamento da matéria-prima proveniente da gordura animal (bovina, suína e aves), possibilitando a expansão de 20% para 40% no uso desse insumo. “Essa matéria-prima ficava como excedente e muitas vezes até mesmo era descartada, com a introdução do biodiesel, ela foi promovida a um material com valor agregado,” contou Ezio Slongo, diretor industrial da BSBIOS. 


Deprecated (16384): Accessing `here` as a property will be removed in 4.0.0. Use request->getAttribute("here") instead. - /home/amanha/www/src/Template/Posts/view.ctp, line: 173 You can disable deprecation warnings by setting `Error.errorLevel` to `E_ALL & ~E_USER_DEPRECATED` in your config/app.php. [CORE/src/Core/functions.php, line 311]/posts/view/6663" data-widget-id="AR_1" data-ob-template="RevistaAmanha">

leia também

Aumento da gasolina fez inflação avançar em outubro - No acumulado desde janeiro, o índice teve elevação de 8,4%

Biodiesel: ambientalmente correto, economicamente competitivo - Para João Zuñeda, o caminho para levar o biocombustível ao topo será longo, mas o Sul pode abreviar esta trajetória

BSBIOS anuncia investimento de R$ 82 milhões no Sul - Companhia duplicará a capacidade de produção em Marialva, no Paraná

ECB construirá planta de combustíveis renováveis - Com aporte de R$ 3 bilhões, projeto prevê usina no Paraguai

IBEF-RS: troféu O Equilibrista é de Erasmo Battistella - Diretoras da Fruki e do Grupo RBS são destaques em Finanças

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: