Startup Dinneer promove jantares compartilhados no Sul

Evento tem data marcada pela internet e acontece na residência do anfitrião. Vinhos também fazem parte da refeição

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Startup Dinneer promove jantares compartilhados no Sul

Inspirada no mesmo modelo de negócios do Airbnb, a plataforma Dinneer iniciou sua trajetória no Brasil em 2015. Ela conecta anfitriões com habilidades de chefs e amantes da boa comida com pessoas dispostas a viver experiências gastronômicas inovadoras. A proposta é a de que os chefs anfitriões abram suas casas para que os ávidos consumidores possam se deliciar com as especialidades propostas pelos cozinheiros. Os chefs se cadastram na Dinneer e apresentam aos comensais suas propostas de refeições. O visitante consulta as possibilidades por região e após reservar o jantar escolhido, recebe uma notificação do anfitrião via WhatsApp onde combinam os detalhes do encontro. Tudo é resolvido on-line, incluindo o pagamento.

No Sul, já são mais de 120 anfitriões cadastrados que recebem e acolhem os clientes em suas casas e oferecem desde comida paraense, indiana, italiana, paquistanesa até jantares regados a frutos do mar e hambúrgueres. O valor do jantar pode variar entre R$ 40 e R$ 90 por pessoa. Os visitantes podem escolher se desejam harmonizar com vinhos ou cervejas. Em Porto Alegre, por exemplo, muitos dos chefs fazem harmonização valorizando os vinhos da Serra Gaúcha. 

O sucesso do compartilhamento de refeições que a Dinneer proporcionou fez com que o negócio crescesse e se espalhasse rapidamente pelo mundo. “Hoje estamos presentes em 49 países, atendendo em mais de 520 cidades, com incríveis 4 mil mesas disponibilizadas todos os dias para os amantes da boa mesa”, revela Flavio Estevam, CEO da plataforma Dinneer que tem origem no Mato Grosso.  “Oferecemos experiências gastronômicas únicas, aproximamos pessoas de todo o mundo e oportunizamos o conhecimento de novas culturas incentivando locais ou estrangeiros a uma aproximação pela mesa de qualidade”, entusiasma-se Estevam.  


leia também

A magia do vinho no sudoeste da França - Fernando Dourado Filho conta como a bebida pode mudar o rumo dos negócios

Abilio Diniz se torna sócio minoritário da Wine - Valor da transação do e-commerce de vinhos, que pertence ao Grupo RBS, não foi revelado

Aprendizado pelos sentidos - Formação na área de vinhos da CIAS Innovation no Brasil começará pelo Sul

As críticas on-line são realmente importantes para as empresas? - Chen Jin, pesquisador da Wharton, mostra de que maneira os sistemas de avaliação podem afetar os negócios na internet

Bento Gonçalves anuncia projeto para fomentar turismo de incentivo - Capital Nacional do Vinho lança guia de atividades para empresas que desejam bonificar funcionários com viagens

Cozinheiro, por que não? - Ambição dos candidatos a chef reflete nossa falta de certezas profissionais

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: