Darci Piana presidirá Conselho Deliberativo do Sebrae-PR

Novo presidente substituirá Ágide Meneguette

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Darci Piana presidirá Conselho Deliberativo do Sebrae-PR

Darci Piana (na foto, ao centro) foi eleito, nesta segunda-feira (26), o novo presidente do Conselho Deliberativo (CDE) do Sebrae/PR. A eleição ocorreu na reunião dos representantes das 13 entidades que têm cadeira no Conselho do Sebrae/PR, na sede da entidade, em Curitiba. O novo presidente do Conselho Deliberativo foi eleito por unanimidade para a gestão 2019-2022. Piana é presidente da Fecomércio PR, vice-governador eleito do Paraná e substituirá Ágide Meneguette, presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), na presidência do CDE, do Sebrae/PR. A Diretoria Executiva do Sebrae/PR foi reeleita, também, nesta segunda-feira. Vitor Roberto Tioqueta permanece como diretor-superintendente; Julio Cezar Agostini, como diretor de operações; e José Gava Neto, como diretor de administração e finanças.

Com posse marcada para janeiro de 2019, Darci Piana, afirma que recebe a missão com naturalidade. “Conheço a atuação e a história do Sebrae/PR.  Agora, vou trabalhar junto às demais entidades do CDE para ajudar as micro e pequenas empresas a se desenvolver e, com isso, apoiar o crescimento do Estado. Recebemos a gestão do presidente Ágide, um líder e amigo na luta pelo setor produtivo paranaense, o que também ajuda nesta transição”, projeta. Sobre metas e o futuro do Sebrae/PR, Piana detalha que vai tratar do tema com a diretoria executiva, que foi reeleita também nesta segunda-feira. “Vamos nos reunir e traçar um plano para ver o que precisa avançar. A gente sabe que o Sebrae realiza um trabalho extraordinário, mas sempre existem meios de melhorar esse caminho para ajudar ainda mais os pequenos negócios”, cita. Piana, que já presidiu o CDE do Sebrae/PR em 2007 e 2008, conciliará a presidência do órgão deliberativo, da Fecomércio PR, bem como será o vice-governador do Paraná, em 2019. Para exercer as atividades que envolvem setor produtivo e serviço público, tem claro a sua estratégia.  “Serviço, trabalho, isso é o que eu sei fazer há muito tempo e vou fazer um esforço ainda maior para justificar a confiança recebida para executar esses trabalhos”, completa.

Na gestão de Meneguette, o Sebrae/PR ampliou sua atuação territorial, inovou com mais canais digitais dentro de uma estratégia de atendimento focada em ambiente de negócios, educação empreendedora, gestão empresarial, inovação, liderança e startups. O esforço coletivo em todo Paraná proporcionou um número de mais de 350 mil empresas atendidas em 2017 e 2018. A entidade também iniciou um processo de transformação digital tendo como meta o fortalecimento da cultura da inovação, simplificação de processos e gestão, com o propósito de trabalhar este cenário com os clientes em todo Paraná. 

Os conselheiros do Sebrae/PR também elegeram o novo Conselho Fiscal, que será formado por João Gogola Neto e Claudiomiro Santos Rodrigues, da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar); Evaldo Kosters e Guilherme Fiorese Philippi, da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep); Jonas Bertão, da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado do Paraná (Fampepar); e Nilson Hanke Camargo, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep). Com mandato de quatro anos, o novo Conselho Fiscal assumirá em 1º de março do próximo ano. 


leia também

As grandes oportunidades para empreender em 2017 - Sebrae revela onde estão os negócios mais promissores no país

Carlos Henrique Fonseca toma posse no Sebrae-SC - Novo diretor crê em forte recuperação nos próximos quatro anos

Catarinense Voe Ideias busca consolidação no RS - Empresa promoverá ações de marcas nacionais interessadas no Estado

Como pequenas empresas podem inovar? - Para o Sebrae, pensar a partir das necessidades do cliente auxilia quem não tem tantos recursos para investir

Etapa paranaense do MPE Brasil condecora 6 empresas - Cases passam a ser referência para outras companhias

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: