Tupy registra maior receita trimestral da história

O aumento das vendas foi impulsionado pelo mercado externo

Por Karine Menoncin

karine.menoncin@amanha.com.br

Catarinense Tupy registra maior receita trimestral da história

Referência em fundição, a Tupy (foto) atingiu a cifra de R$ 1,3 bilhão em receita, maior valor trimestral da sua história, equivalente a um crescimento de 36,7% em relação a 2017.  O resultado é decorrente do aumento de volume, repasse de custos, melhor mix de produtos e depreciação cambial. A divulgação dos balanços do terceiro semestre ocorreu em teleconferência na tarde desta quinta-feira (8). 

O aumento da receita foi impulsionado pelo mercado externo, com o crescimento expressivo em todas as aplicações e a depreciação do real frente ao dólar americano e o euro. Já no mercado interno, deve-se ao crescimento em todas as aplicações dos segmentos de transporte, infraestrutura e agricultura, com destaque para veículos comerciais e off-road, cujas vendas apresentaram aumento de 38% e 44%, respectivamente. Outra marca histórica ficou por conta da geração de caixa operacional, que nos nove primeiros meses do ano somou R$ 368,4 milhões. Esse mesmo indicador fechou o trimestre em R$ 200 milhões, um pouco mais que o dobro na comparação com o período julho-setembro anterior. Também positivo foi o lucro líquido da empresa catarinense: o total no trimestre foi de R$ 88,6 milhões, um avanço de 16,1%. 

Além disso, foi anunciado o desenvolvimento de um loteamento em um dos terrenos da companhia, localizado em Araquari, município vizinho a Joinville, onde fica a sede da Tupy. “O empreendimento tem área útil urbanizável de cerca de 130 hectares e será conduzido em parceria com a empresa Irineu Imóveis. O valor líquido do projeto para a Tupy é estimado em R$ 58 milhões”, anunciou Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy.

Fundada em 1938, em Joinville (SC), a companhia conta com parques fabris em de Joinville, Mauá (SP), Saltilho e em Ramos Arizpe, no estado de Coahuilla, no México. Ao todo, tem capacidade para produzir 848 mil toneladas anuais de peças em ferro fundido e exporta para cerca de 40 países. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: