Marcopolo vê receita crescer 45% até setembro

Vendas da fabricante de ônibus somam R$ 2,9 bilhões

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Marcopolo vê receita crescer 45% até setembro de 2018

A Marcopolo apresentou na noite desta segunda-feira (5) seus resultados do terceiro trimestre e do acumulado anual. De acordo com a companhia, o terceiro trimestre apresentou como seus principais destaques a retomada de volumes de rodoviários para o mercado interno (o dobro em relação ao período anterior), o expressivo faturamento de veículos para o Caminho da Escola (1.038 unidades), a recuperação de margens e o aumento da produção nas unidades externas. 

No mercado de rodoviários, o crescimento de volumes foi beneficiado pela entrada em vigor, a partir do dia 15 de outubro, da regra que determina que novos ônibus devam ser equipados com elevadores de acessibilidade, tendo os operadores antecipado compras antes da vigência da norma. A retomada dos segmentos de fretamento e turismo também têm contribuído para a recuperação. “Nos urbanos, os principais catalizadores de demanda seguem sendo a definição de tarifas em grandes cidades, além da percepção de melhora, mesmo que marginal, da economia brasileira”, relata a companhia.

Com isso, a receita líquida entre julho e setembro foi de R$ 1,1 bilhão, valor 49,5% maior do que igual período de 2017. Já no acumulado de 2018, as vendas somam R$ 2,9 bilhões, número 45,5% maior do que igual intervalo do ano passado. Já o lucro líquido foi de R$ 64,7 milhões no terceiro trimestre – três vezes maior do que o alcançado em igual período de 2017. A última linha do balanço até setembro soma R$ 119 milhões, valor 165% maior do que o total em igual intervalo de tempo do ano passado.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: