Bematech: à frente de seu tempo

Empresa impulsiona a transformação digital corporativa

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Unidade da Bematech, case do livro Paraná – Grandes Marcas

O case a seguir faz parte do livro “Paraná – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ.


A rapidez e a facilidade da transmissão on-line e instantânea de informações, documentos e arquivos disponíveis nos dias atuais torna difícil a lembrança do telex eletrônico. A popularização do aparelho foi uma grande inovação para as décadas de 1970 e 1980, possibilitando a transmissão e o recebimento de documentos de forma eletrônica com garantia de entrega imediata e autenticação. E esse mecanismo teve uma grande participação na fundação da paranaense Bematech. Em 1987, os engenheiros eletrônicos Marcel Malczewski e Wolney Betiol desenvolveram um sistema de impressão matricial por impacto, destinados inicialmente para impressões de telex. O empreendimento surgiu de dois trabalhos acadêmicos de pós-graduação desenvolvidos pelos fundadores, que resolveram transformar a ideia em negócio. Assim, criaram, em 1990, a Bematec Ltda., especializada no mercado de impressoras matriciais. No ano seguinte, a empresa passou a se chamar Bematech Indústria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos S/A. Levando na marca o sufixo tech, a companhia deixava claro o seu posicionamento e atuação. 

De perfil visionário, Malczewski e Betiol previram a vida curta do telex. Com a chegada dos primeiros computadores ao mercado, os empreendedores entenderam que para a empresa se destacar era necessário ampliar o sistema de impressão desenvolvido para além do telex. A oportunidade para o reposicionamento veio também de uma carência do setor de serviços. Estabelecimentos como bares, restaurantes, postos de gasolina e supermercados trabalhavam com equipamentos grandes para imprimir em bobinas estreitas. Era necessária a criação de um dispositivo específico para essa função, e a Bematech passou a produzir mini-impressoras para automação destinadas ao comércio e operações bancárias. A empreitada representava um grande desafio num período em que esses aparelhos existiam somente no exterior e a alto custo. Assim, a Bematech foi a primeira empresa nacional a fabricar mini-impressoras em larga escala e a fornecer blocos impressores integrados em terminais de autoatendimento. 

O ímpeto inovador transformou a empresa que nasceu em uma sala de 15 m² em uma fábrica de 400 m² na Cidade Industrial de Curitiba. O crescimento célere levou a companhia para uma estrutura de 1,5 mil m², em 1994, em São José dos Pinhais – região Metropolitana de Curitiba. Hoje, a Bematech conta com uma planta industrial de 3 mil m². A década de 2000 modificou o market share da companhia, que passou a vender também para o comércio varejista. Com a obrigatoriedade legal do cupom fiscal, a companhia saiu na frente para atender aos pontos de venda com produtos modernos e adequados à legislação. Na época, 45% das impressoras nos check outs do Brasil pertenciam à Bematech.  

Em toda a sua trajetória, a Bematech passou por várias transformações e revisões de estratégia. Na maior delas, em 2004, a companhia passou de fornecedora de impressoras para provedora de todos os equipamentos necessários para automação comercial – computadores, impressoras, leitores de código de barras, terminais de pedidos, softwares, serviços de instalação, treinamento e manutenção. A expansão marcou a consolidação da Bematech como provedora de soluções completas em tecnologia para o varejo. Com novo foco, em 2005 a companhia criou uma ampla rede de distribuição, passando a atender a todas as regiões brasileiras. Em 2006, a companhia iniciou um movimento de aquisição de empresas que seguiu até 2014, ampliando sua participação de mercado. Já em 2007, a Bematech passou pelo processo de abertura de capital na Bovespa. 

Mais um capítulo na história da empresa começou a ser escrito, recentemente, em 2015, quando a Bematech foi incorporada à TOTVS. A integração das empresas seguiu uma estratégia da TOTVS de complementação de portfólio, aliada à capacidade de distribuir para micro e pequenos negócios da companhia paranaense. Com a união, houve um aumento no atendimento de toda a cadeia de varejo. Juntas, as empresas combinaram conhecimento de mercado com a complementaridade de ofertas. Hoje, a Bematech está presente, além do Paraná, em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambucano e Goiás. No mercado externo, a companhia tem negócios em toda a América Latina e América do Norte. 

Atenta ao movimento de digitalização do mercado e de um mundo cada vez mais conectado, a Bematech emplaca uma nova tendência, com o desenvolvimento de dispositivos inteligentes e da plataforma de internet das coisas (IoT) para aplicação nas empresas. O processo de transição da companhia, que mantinha foco exclusivo em dispositivos para negócios, começou com a evolução de hardware na criação de soluções baseadas nas novas tecnologias disruptivas. Com estas, a Bematech pretende impulsionar a transformação digital das empresas, conectando pessoas e sensores aos negócios e gerando melhorias operacionais. A mudança de escopo permitirá também à companhia expandir a atuação do varejo para outros segmentos.

Governança na prática
Embora a história da Bematech seja marcada por transformações e transições, o que não mudou desde o início da operação até os dias de hoje é a sua missão de tornar o comércio mais eficiente. O foco no cliente orientou a expansão capilarizada da companhia que conta com uma ampla rede de distribuição e suporte técnico. Foi também pensando em atender às necessidades de cada tipo de negócio que a Bematech estruturou um portfólio completo do hardware ao software. Um dos seus diferenciais competitivos, apontados pelos próprios clientes, além da otimização das rotinas operacionais, é a experiência proporcionada para o consumidor final. 

Para oferecer as melhores e mais atualizadas soluções, a Bematech participa dos eventos mais importantes do setor de automação comercial e também de feiras e congressos dos segmentos que atende. O compromisso com a inovação ultrapassa o discurso institucional, pois a empresa investe de 12% a 14% da sua receita anual em pesquisa e desenvolvimento, ultrapassando a cifra de R$ 1 bilhão nos últimos cinco anos. A companhia conta com quatro centros de excelência em pesquisa e desenvolvimento no Brasil, China, Taiwan e Estados Unidos para suprir as demandas de evolução dos seus produtos e serviços. No âmbito da inovação, a união com a TOTVS também somou forças, já que a companhia possui um laboratório de User Experience em São Paulo, o UX Labs, e o TOTVS Labs, no Vale do Silício (Estados Unidos). 

Com as raízes no Paraná
A Bematech é uma empresa genuinamente paranaense. Prova disso é que mesmo após o seu crescimento e reconhecimento nacional a companhia manteve suas raízes no estado. Referência em tecnologia, no Paraná a companhia também é reconhecida pelo seu legado social. Anualmente, realiza ações de promoção do desenvolvimento socioambiental, além do apoio a programas e projetos de entidades sociais.

Uma de suas iniciativas de maior envergadura é a manutenção de uma linha de montagem de componentes dentro da Penitenciária Feminina de Piraquara. Com as atividades, as detentas auxiliam no sustento de suas famílias, além de terem suas penas reduzidas de acordo com os dias trabalhados. O maior legado do projeto é o incentivo e apoio na reintegração das detentas à sociedade, além de contribuir com a redução da criminalidade, já que muitas das presidiárias, com essa experiência, podem retornar ao mercado de trabalho após o cumprimento da pena. Esse projeto é um exemplo do compromisso da Bematech com toda a comunidade paranaense.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: