Intenção de consumo recua 0,3% em outubro

Na comparação com o mesmo mês de 2017, o índice avançou 11,3%

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Intenção de consumo das famílias recua 0,3% em outubro

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) recuou 0,3% de setembro para outubro e chegou a 86,7 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Na comparação com outubro do ano passado, no entanto, o indicador medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) avançou 11,3%.

Quatro dos sete componentes pesquisados tiveram queda de setembro para outubro, com destaque para o momento ser adequado para a compra de bens duráveis (-3,3%) e para a perspectiva de consumo (-1,2%). Dos três componentes em alta, o destaque ficou com a renda atual (1%). Na comparação com outubro de 2017, todos os componentes tiveram alta, com destaque para o nível de consumo atual (24,4%) e para a perspectiva de consumo (15%).


leia também

A era dos carros sem “charme” - Será esta a característica dos veículos elétricos e dos autodirigidos?

A sua marca vai sobreviver aos Millennials? - Unilever e JP Morgan contam o desafio de lidar com jovens consumidores

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

As regras do luxo que prometem transformar metal em ouro - Em seu novo livro, Susana Campuzano propõe um modelo de construção de marcas, produtos e serviços de primeira classe

Atendimento soviético - Já cansei de sugerir à tripulação: desburocratizem e vendam mais. O que ouço é um deboche: ordens são ordens

BC: crescimento da inadimplência é gradual - Uso do crédito rotativo, cujas taxas de juros tem subido, deve ser evitado

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: