Felicidade, mas pode chamar de produtividade

Funcionários felizes são mais produtivos e defendem a marca da empresa

Por Bernt Entschev

Funcionários felizes são mais produtivos e defendem a marca da empresa

A maioria das empresas brasileiras não se dá conta que pessoas felizes no ambiente de trabalho são mais produtivas e defendem as marcas que representam. E o nível de felicidade aumenta justamente quando a corporação se ocupa em resolver pequenos detalhes que impactam no dia a dia do profissional. Imagine um escritório em que alguém permaneça oito horas por dia. É importante que os colaboradores tenham um espaço adequado para executar suas funções. Ambientes fechados, barulhentos, sem janelas, com gente amontoada para todos os cantos pode ser um fator que gera estresse e em que os profissionais tendem a ser menos felizes. 

Por outro lado, usemos o exemplo de uma indústria em que os colaboradores utilizam de equipamentos que funcionem, com manutenção em dia e não ultrapassados. Some-se a isso, investimentos tecnológicos nos quais as pessoas são orientadas a utilizar e a otimizar esses equipamentos para o melhor desempenho de suas funções.  A tendência é que essa equipe tenha um grau de felicidade elevado. 

Está no papel dos gestores das corporações, bem como da área de recursos humanos, fomentar o grau de satisfação e felicidade de seu público interno. Se o colaborador entender efetivamente a cultura organizacional da empresa, é bem provável que ele terá o discernimento se a conduta prática da organização é convergente ao discurso. Havendo essa visão, o grau de satisfação também aumenta. 


leia também

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A fantástica fábrica de perfumes - Saiba como surgiu a colônia Acqua Fresca, sucesso d'O Boticário

A flexibilidade no trabalho veio para ficar? - É preciso calma e maturidade ao analisar essa tendência

A grife gaúcha dos eletrodomésticos - Conheça a Venax, case do livro “100 Marcas do Rio Grande”

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

A profissão onde o salário pode ser de até R$ 100 mil - Síndicos profissionais administram vários condomínios ao mesmo tempo

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: