BRDE terá 80 mi de euros para projetos sustentáveis no Sul

Recursos virão do Banco Europeu de Investimentos

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sede do Banco Europeu de Investimentos, o BEI

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) assinou contrato com o Banco Europeu de Investimentos (BEI) para captação de até 80 milhões de euros (cerca de R$ 370 milhões, na cotação desta segunda, 1 de outubro) para financiar projetos com foco em energia renovável, eficiência energética e mobilidade urbana no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O BEI (foto) é o instrumento financeiro da União Europeia (UE) e seus acionistas são os países membros do bloco. É a segunda parceria internacional do BRDE firmada em 2018. Em março deste ano, o BRDE contratou 50 milhões de euros com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) para crédito a projetos que se enquadram no programa BRDE PCS – Produção e Consumo Sustentáveis. 

“O BRDE avança em seu objetivo estratégico de diversificação de fundings, ampliando as alternativas ao Sistema BNDES com mais este aporte de 80 milhões de euros e reafirma o seu compromisso com desenvolvimento econômico e socioambiental sustentável”, afirma Orlando Pessuti, diretor-presidente do BRDE. Ele assinou o contrato em Curitiba, após receber o documento da diretoria do BEI na forma digital. Os entendimentos começaram em 2017, quando técnicos do Banco Europeu visitaram o BRDE. 

A aproximação entre as duas instituições se deu especialmente pelo reconhecimento da Política de Responsabilidade Socioambiental do banco regional na contratação de operações financeiras através de programas como o BRDE PCS. Na última quarta-feira (26), o BRDE PCS foi apresentado no evento “SDGs in Brazil – The Role of the Private Sector” (ODS no Brasil – O Papel do Setor Privado), em Nova York, selecionado como caso exemplar de sustentabilidade no setor financeiro brasileiro pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU.


leia também

Badesul instala sindicância interna - Irregularidades na liberação de recursos serão investigadas

Badesul lança programa para capacitar pequenas empresas - Banco liberará R$ 50 milhões por meio de projetos do Sebrae-RS

BC aprova plano de recuperação do Badesul - Agência gaúcha de fomento venderá operações em prejuízo

Beto Richa deseja retomar Sudesul - No Codesul, governador do PR propõe integração dos Estados da região

BID no Brasil lança síntese para apoio de projetos - Banco apresenta alternativas para o aumento do aporte em infraestrutura

BNDES volta a habilitar o Badesul - A contrapartida à retomada do limite operacional será a apresentação de um plano de reestruturação

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: