BNDES aprova R$ 10 milhões para microcrédito

Recursos destinam-se à ICC Blusol, de Santa Catarina

ICC Blusol, de Santa Catarina

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento no valor de R$ 10 milhões à Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade (ICC Blusol), para realização de operações de microcrédito produtivo destinado a pessoas físicas e jurídicas de pequeno porte. A operação ocorre no âmbito do Produto BNDES Microcrédito. O repasse deste crédito aos microempreendedores, na ponta, pretende colaborar para a manutenção de 10 mil empregos e geração de outros 12 mil postos de trabalho até o ano de 2022. 

A ICC Blusol (foto) é uma associação civil sem fins lucrativos, com sede em Blumenau/SC, cuja finalidade é facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenos empreendedores. A empresa, que atua no mercado há mais de 20 anos, já obteve apoio financeiro do BNDES e possui, no momento, duas operações ativas, no valor total de R$ 25 milhões. 

O BNDES Microcrédito concede empréstimos de pequeno valor a microempreendedores formais e informais, normalmente sem acesso ao sistema financeiro tradicional. Os recursos destinam-se ao financiamento de capital de giro ou de investimentos produtivos fixos (obras civis, aquisição de máquinas, equipamentos, insumos e materiais). O apoio é feito por meio do financiamento aos agentes operadores, que repassam os recursos diretamente ao microempreendedor. Podem obter recursos do BNDES Microcrédito as pessoas físicas e jurídicas empreendedoras de atividades produtivas de pequeno porte. 


leia também

Badesul instala sindicância interna - Irregularidades na liberação de recursos serão investigadas

BC aprova plano de recuperação do Badesul - Agência gaúcha de fomento venderá operações em prejuízo

BNDES aprova R$ 125 milhões para Castrolanda - Valor será aplicado na produção de leite em pó e leitões

BNDES divulga mudanças no Finame para 2016 - Banco financiará 80% do valor do bem para empresas

BNDES entra em campo para ajudar empresas em crise - Para o advogado Luis Gustavo Schmitz, iniciativa preserva empregos

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: