Shanghai Electric desiste de negócio bilionário no Sul

Empresa não garante investimento em linhas de transmissão

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Shanghai Electric desiste de negócio bilionário no Sul

A Shanghai Electric admitiu que não apresentará a garantia de fiel cumprimento dos contratos tratam de 17 linhas de transmissão e oito subestações para atender a região metropolitana de Porto Alegre. O negócio gira em torno de R$ 4,1 bilhões, em valores atualizados. A previsão inicial para entrada em operação das instalações era 6 de março de 2018. Mas ao constatar, em dezembro de 2016, as dificuldades financeiras enfrentadas pela Eletrosul e o risco iminente de não cumprimento das obrigações contratuais, a Aneel emitiu relatório para recomendar a caducidade daquela concessão. A Aneel afirmou ainda que caso a transferência não ocorra, será declarada a caducidade da concessão e esses ativos serão incluídos no próximo leilão de transmissão, previsto para ocorrer em 20 de dezembro e que deverá licitar cerca de 7 mil quilômetros de linhas em 18 lotes e investimentos da ordem de R$ 14 bilhões.

A Secretaria de Minas e Energia do Governo do Estado do Rio Grande do Sul revelou em nota estar surpresa com a notícia. “O comprometimento foi reiterado pela recente abertura da Sociedade de Próposito Específico (SPE) no estado, além de suas declarações públicas de interesse sobre este negócio estratégico. Com a apresentação da carta de renúncia da Shanghai, o próximo passo da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) será iniciar o processo de declaração de caducidade da concessão na próxima terça-feira (25). Neste processo, a Eletrosul deverá ter prazo pré-determinado para apresentar sua defesa e/ou nova alternativa de assunção deste negócio”, diz o comunicado. 


leia também

Acordo entre Eletrosul e chinesas gerará 10 mil empregos no Sul - As obras devem se prolongar até 2022, com um investimento de quase R$ 4 bilhões

Aneel autoriza reajuste de tarifas de energia da região Sul - Três das cinco cooperativas terão valores reduzidos

Aneel dá prazo para Eletrosul e Shangai fecharem contrato - O negócio gira em torno de R$ 4,1 bilhões, em valores atualizados

Aneel recomenda fim do contrato de concessão da Eletrosul no RS - Os ativos serão incluídos no próximo leilão que licitará 7 mil quilômetros de linhas e investimentos de R$ 14 bilhões

Até 2024, 1 mi de brasileiros devem gerar energia própria - Uma residência pode obter o retorno do investimento a partir de 4 anos

Célula solar mais eficiente do país é desenvolvida no Sul - Eletrosul e PUCRS são parceiras no projeto

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: