Mercoagro fecha R$ 350 milhões em negócios

Expositores já querem garantir lugar na 13ª edição, em setembro de 2020

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Mercoagro fecha R$ 350 milhões em negócios em Chapecó

Com todas as metas atingidas encerrou nesta sexta-feira (14) em Chapecó a décima-segunda edição da Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (Mercoagro).  Classificada como a maior do setor na América Latina, a feira foi organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e as negociações fechadas foram estimadas em R$ 350 milhões. “A expressiva venda de bens de produção registrada na Mercoagro indica que os empresários da indústria estão dispostos a investir e que o país pode sair rapidamente da crise”, analisa Cidnei Luiz Barozzi, presidente da ACIC. O dirigente observa que essa leitura está, em grande parte, condicionada ao resultado do processo político-eleitoral. Como reflexo dos resultados positivos, 80% dos expositores renovaram pedido para garantir  presença na 13ª edição, em setembro de 2020, de acordo com levantamento da Enterprise, empresa contratada para comercializar os espaços aos expositores. 

Barozzi assinala que o agronegócio e a agroindústria da carne vão puxar a retomada do crescimento. Destacou que no quarto ano em que a crise econômica assola vastas áreas da atividade, a Mercoagro apresenta-se com vitalidade ímpar. “Não apenas porque todos os espaços se esgotaram, mas, essencialmente, porque esse evento traduz a ação, o dinamismo e o arrojo de uma das maiores e mais complexas cadeias produtivas da economia brasileira, com a presença dos principais atores do mercado”, realça.

A conjugação de vários fatores torna Chapecó o lugar ideal para a realização de uma das maiores feiras do mundo na área da indústria da carne. O município polariza uma vasta região formada por mais de 400 cidades onde operam milhares de pequenas, médias e grandes unidades industriais de processamento de frangos, suínos e bovinos do Sul. As modernas indústrias avícolas e suinícolas tiveram origem no oeste catarinense e se tornaram modelo de produção ou de industrialização. A região é responsável pelos itens de maior movimento econômico na pauta de exportações de Santa Catarina e do sul do Brasil. 


Deprecated (16384): Accessing `here` as a property will be removed in 4.0.0. Use request->getAttribute("here") instead. - /home/amanha/www/src/Template/Posts/view.ctp, line: 173 You can disable deprecation warnings by setting `Error.errorLevel` to `E_ALL & ~E_USER_DEPRECATED` in your config/app.php. [CORE/src/Core/functions.php, line 311]/posts/view/6251" data-widget-id="AR_1" data-ob-template="RevistaAmanha">

leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: