Sumitomo negocia fatia da ferrovia Malha Sul, da Rumo

O objetivo é adquirir uma participação minoritária de até 30%

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sumitomo negocia fatia da ferrovia Malha Sul, da Rumo

A japonesa Sumitomo está em conversas avançadas para negociar uma fatia relevante na Malha Sul, concessão ferroviária que pertence à Rumo (que comprou a ALL), segundo duas fontes a par do assunto. A informação foi veiculada nesta quinta-feira (30) pelo jornal O Estado de São Paulo. De acordo com a publicação, a Rumo engatou conversas nos últimos meses com potenciais investidores na ferrovia, que precisa de elevados investimentos para recuperar os trilhos e melhorar a operação. Segundo a reportagem, o volume transportado pela ferrovia caiu em relação à década passada.

“Parceira do grupo Cosan em projetos de bioenergia, a Sumitomo saiu em vantagem em relação a outros competidores de peso, como a também japonesa Mitsubishi e a chinesa CCCC, sócia da construtora Concremat e acionista do Porto de São Luís, no Maranhão. Segundo fontes ligadas à multinacional japonesa, o objetivo é adquirir uma participação minoritária de até 30% na ferrovia”, destaca a publicação. “Mas a conclusão do negócio é complexa e depende especialmente do processo de antecipação da renovação das concessões ferroviárias, em conversas com o governo federal”, afirma o jornal. 

Com uma extensão de 7.208 quilômetros, a Malha Sul é estratégica para o escoamento de grãos no Sul. Cerca de metade do volume movimentado pelos trilhos da ferrovia são de produção agrícola, como soja e farelo de soja. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: