Grupo Habitasul coloca à venda Celulose Irani

Ativo teria sido oferecido até mesmo no exterior

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Grupo Habitasul coloca à venda Celulose Irani

O Grupo Habitasul está colocando à venda a Celulose Irani, divisão de negócios de papelão ondulado e papel para embalagens. Segundo fontes de mercado, o ativo foi oferecido a concorrentes da companhia no Brasil e a potenciais investidores no exterior. Na China, o grupo contratou um banco local para prospectar interessados no negócio. A informação está sendo veiculada na edição on-line do jornal Valor Econômico desta terça-feira (28). 

“Fontes ouvidas pelo Valor indicaram que dificuldades financeiras enfrentadas após a aquisição da Indústria de Papel e Papelão São Roberto, no fim de 2012, impediram a Irani de executar um plano mais ousado de crescimento. Ao mesmo tempo, suas principais concorrentes investiram em novas fábricas ou aquisições e grandes nomes globais da indústria chegaram ao mercado brasileiro. Para não encolher diante da concorrência, a solução seria encontrar um novo controlador na própria indústria”, relata a reportagem assinada pela jornalista Stella Fontes. 

Em fato relevante, a companhia afirmou que avalia constantemente alternativas de captação de recursos para fortalecer sua estrutura de capital e financiar seus investimentos, incluindo via ingresso de investidores no seu capital. “Apesar de a companhia estar em tratativas com assessores financeiros para eventuais operações, até a presente data não há qualquer documento vinculando a empresa a qualquer operação”, afirma o documento. 

A Irani tem duas fábricas de papel kraft, em Vargem Bonita (SC) e Santa Luzia (MG), com produção de mais de 270 mil toneladas por ano. Em junho, a dívida líquida da companhia estava em R$ 745 milhões. Hoje, o valor de mercado da empresa é de R$ 317 milhões, quase 30% menos do que a Irani valia no final do ano passado. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: