Do zero aos 60+

A Vem, Vida – que oferece produtos para manutenção da saúde e longevidade – foi pensada, não adaptada, para os sêniores

Por Martin Henkel

A Vem, Vida – que oferece produtos para manutenção da saúde e longevidade – foi pensada, não adaptada, para os sêniores

A Vem, Vida Suplementos é uma linha de produtos que foi concebida desde o primeiro segundo para dialogar com as pessoas de 60+. É um case bem interessante. O propósito do negócio foi dividido em três pilares: Longevidade com Saúde, Geração de Renda e Valorização Social. Quando conversei há alguns meses com o Léo Wehbi, um dos fundadores, a marca ainda não estava pronta e o modelo de negócio estava sendo finalizado. Ele me disse que estavam criando uma empresa diferente. É isso que estamos vendo acontecer e que tenho a felicidade de anunciar aqui com exclusividade. 

Longevidade com Saúde, que incentiva atitudes saudáveis, somada com a geração de renda e valorização social aos afiliados 60+, são pontos bem interessantes no modelo de negócio. Eles ocorrem com o comissionamento pela venda de qualquer produto das linhas, seja pessoal ou via recomendação nas redes sociais via link ou WhatsApp. A recomendação tem grande importância para esse público. A valorização social se dá pelo do afiliado se sentir integrado e ativo podendo receber suas comissões em dinheiro, produtos ou cursos oferecidos pelos parceiros da Vem, Vida. Genial, não? 

O que me chamou especialmente a atenção foi a aplicação dos novos conceitos de comunicação para o público 60+. Coisa rara hoje em dia, pois os criadores não têm grandes referências e conhecimento sobre o mercado sênior. Destaco alguns pontos, como as embalagens que possuem contraste de cores para o consumidor não confundir seu suplemento. O tamanho da fonte é maior, o que torna visível as identificações de SAC e recomendação de uso. O formato de abertura escolhido foi o flip-top – um tipo de tampa que pode ser aberta ao ser pressionada ou puxada, não sendo necessário rosqueá-la, facilidade bem importante para essa faixa etária. Já escrevi sobre isso há alguns meses e acredite: faz toda a diferença mesmo! A textura das cápsulas também é um ponto que merece atenção. Ao invés de cápsula dura, os suplementos são em softgel, moles, e facilitam a ingestão. A deglutição é naturalmente afetada com o envelhecimento e este detalhe ganha pontos na preferência dos 60+. As mudanças fisiológicas naturais do envelhecimento interferem no apetite, consumo e absorção de nutrientes. 

O mercado de suplementos nutricionais tem várias empresas, inclusive internacionais, que acrescentaram às suas linhas de produtos soluções nutricionais para a terceira idade. No meu ponto de vista, o diferencial está no fato da Vem, Vida ter nascido do zero para o público 60+. É uma empresa pensada, não adaptada, para esse público. Ela oferece produtos para manutenção da saúde e longevidade e tem no seu formato de distribuição a oportunidade de geração de renda e valorização social, pois seus promotores também são seniores. 

Especialmente interessante foi a criação das categorias dos suplementos. São elas: saúde do coração, do corpo e da mente. Simples e fáceis de entender. Para a categoria “coração”, o suplemento Vem, Vida Ômega 3.  Na categoria “corpo”, o Vem, Vida Antioxidade e o Vem, Vida Polivitamínico. Por fim o Vem, Vida DHA que promove a saúde mental e cognitiva. A logomarca foi criada com base no símbolo da transformação, a felicidade, da beleza, da constância e da renovação. Enfim, essa grife merece o posicionamento de ser “a primeira linha de suplementos, feita com carinho, para pessoas 60+”. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: