Setor de serviços cresce 6,6% em junho

Mesmo com alta, segmento fecha o semestre negativo em 0,9%

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Setor de serviços cresce 6,6% em junho, maior taxa da série histórica

O volume do setor de serviços fechou o mês de junho com crescimento de 6.6% em relação a abril (livre de influências sazonais), registrando a maior expansão da série histórica iniciada em 2011. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (14), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e reverte a queda de 5% registrada em maio – quando ocorreu a greve dos caminhoneiros.

Mesmo com a elevação de junho frente a maio, o setor de serviços fecha o semestre negativo em 0,9%, inferior à queda acumulada até maio, que era de -1,3%. Em relação a junho de 2017 (sem ajuste sazonal), o volume de serviços avançou 0,9%, registrando a segunda taxa positiva do ano nessa comparação.

O acumulado nos últimos 12 meses passou de -1,6% em maio para -1,2% em junho, mantendo a trajetória ascendente iniciada em abril de 2017, quando a taxa era negativa em 5,1%.


leia também

IBGE: setor de serviços cai 0,2% em março - Com a retração, índice fechou o trimestre com queda de 1,5%

IBGE: setor de serviços cai 1% em agosto - Este é o segundo recuo consecutivo do indicador

Serviços fecham 2017 com queda de 2,8% - Em dezembro, o setor cresceu 1,3% em volume

Serviços têm queda de 1,9% de dezembro para janeiro - A maior queda ficou com os transportes e correios

Setor de serviços cresce 1% de março para abril - Essa foi a primeira alta do segmento no ano

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: