Conteúdo Patrocinado

Mercado sênior ganha feira na região Sul

Gramado receberá Geronto Fair entre 3 e 5 de setembro

Gramado receberá Geronto Fair entre 3 e 5 de setembro

Hoje, a expectativa de vida do brasileiro gira em torno dos 75 anos. Dentro de até quatro décadas, um quarto da população (25,5%) terá mais de 65 anos, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicados recentemente. Com isso, um mercado diferenciado tem se desenvolvido para a terceira idade. Entre 3 e 5 de setembro, a Merkator Feiras e Eventos realiza em Gramado, na Serra Gaúcha, a primeira edição da Geronto Fair, evento que reunirá profissionais que buscam produtos adaptados às pessoas com mais de 60 anos. “A Geronto Fair lança sua primeira edição com a certeza de um crescimento sustentável e com o objetivo de se transformar no hub de conhecimento, troca de informações, produtos e serviços para enfrentar e atender a maior de todas as revoluções: a da longevidade”, afirma Frederico Pletsch, diretor da Merkator, empresa que promove a feira. 

Ao mesmo tempo em que atendem ao público em geral, as marcas precisam dar atenção tanto à terceira idade quanto à geração Y e millennial. Para o consultor Martin Henkel, CEO da SeniorLab Consultoria em Mercado 60+ e curador da Geronto Fair, esse é o principal desafio das empresas na hora de vender um produto. “Vivemos mais e podemos viver melhor. Esse é o novo desafio que chega atropelando inclusive a ciência demográfica”, afirma Henkel. “Há poucos anos se projetava que em 2025 teríamos 32 milhões de pessoas com 60 anos ou mais. No entanto, a PNAD 2017 do IBGE acaba de atualizar os números dessa população e revela, já neste ano, 30,2 milhões de pessoas nessa faixa etária. É um crescimento extraordinário”, constata o consultor. “Os 80 anos são os novos 60. Por isso, esse é um segmento encantador e inovador e que ainda não foi tão bem explorado pelas empresas”, complementa Roberta Pletsch, diretora de relacionamento da Merkator.

Os residenciais de longa permanência são hoje um dos principais exemplos de produto específico para a terceira idade. Ao contrário dos asilos, que antigamente representavam o desprezo da sociedade pelas pessoas mais velhas, são um centro de experiências únicas para os sêniores.  “As pessoas, especialmente as mulheres, não querem ficar mais sozinhas em um apartamento de 200 metros quadrados que os netos visitam de vez em quando. Querem sair, ir ao cinema, tomar chá e conversar com as amigas”, exemplifica Henkel. Referências no Rio Grande do Sul, os residenciais Menino Deus, em Porto Alegre, e Sinfonia Vale dos Sinos, em Novo Hamburgo, estarão presentes na primeira edição da Geronto Fair.

No fim do ano passado, o Ministério da Saúde anunciou o programa Estratégia Nacional para o Envelhecimento Saudável, com foco não apenas na resolução de doenças, mas também nas questões funcionais e psicossociais que afetam a terceira idade. A área da saúde tem cada vez mais modificado sua forma de atuação para melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Por isso, a Geronto Fair firmou parceria para curadoria do conteúdo do evento com a seção gaúcha da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG/RS), Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa) e a consultoria Senior Lab.

Por apresentar altos índices de expectativa e qualidade de vida, Veranópolis, cidade da Serra Gaúcha com pouco mais de 20 mil habitantes, tornou-se um dos 100 municípios mais desenvolvidos do Brasil, segundo estimativa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). A “capital da longevidade”, lema do município, possui uma expectativa superior à média nacional: 75,8 anos contra 73,2 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No futuro, Veranópolis almeja tornar-se a primeira bluezone brasileira. As bluezones — em português, zonas azuis — são as áreas no mundo que possuem os maiores índices de longevidade, conforme dados pesquisados ao longo de uma década pelo escritor e empresário norte-americano Dan Buettner e pela ONG National Geographic, ligada à revista de mesmo nome. 

Para Roberta Pletsch, a parceria estabelecida com Sindihospa e SBGG traz ainda mais conteúdo à programação da feira, que contará com temas como saúde e envelhecimento com longevidade, citando como um dos exemplos o case de Veranópolis. “Será um grande encontro para debatermos questões referentes à terceira idade”, adianta. Tanto é verdade que o médico carioca Alexandre Kalache, referência em envelhecimento e longevidade, no Brasil e no exterior, será uma das principais atrações da Geronto Fair. Ele se tornou doutor em Saúde Pública pela Universidade de Oxford e trabalhou por 14 anos como diretor do Programa Global de Envelhecimento e Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje, ele preside o Centro Internacional de Longevidade Brasil e é copresidente da Aliança Global, que reúne centros de 17 países.  A desospitalização – que consiste na redução do tempo de internação com o objetivo de dar continuidade ao tratamento fora da instituição hospitalar, mas com todo o suporte necessário e com o auxílio de outras possibilidades terapêuticas – será outro assunto em debate no evento. Os médicos Carlos Alberto Chiesa (diretor presidente  da PLACI Cuidados Extensivos, do Rio de Janeiro) e Paulo Canineu (executivo do Residencial Geriátrico Aldeia do Emaús, de São Paulo) discutirão o tema com mediação de Adriana Wander , do Núcleo de Alta Segura do Sindihospa.

Os holofotes vão estar voltados para a discussão sobre o tema, gerando também o encontro de várias empresas de variados segmentos no 1º Seminário de Marketing 60+. Gerson Silva (Unimed Porto Alegre), Martin Henkel (SeniorLab), Luciana Mutti (Vitamina Pesquisas) e Maurício Faraco (Polia Resultados) apresentarão várias facetas desse consumidor que, neste ano, deve investir cerca de R$ 155 bilhões apenas em saúde. As palestras são gratuitas e as ocupações dos lugares serão por ordem de chegada. Os interessados poderão ver a programação completa aqui e fazer a inscrição clicando aqui. Para a primeira edição da Geronto Fair, a Merkator espera a presença de 5 mil pessoas no centro de eventos Serra Park, com 22 mil metros quadrados de área, que sediará o evento.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: