Uma JBS para investir em saúde

Sêniores têm R$ 155 bi para gastos com cuidados médicos, valor equivalente ao faturamento da fabricante de alimentos

Por Martin Henkel

Sêniores têm R$ 155 bi para gastos com cuidados médicos, valor equivalente ao faturamento da JBS

As pessoas com 60 anos ou mais gastarão R$ 155 bilhões em saúde neste ano. O valor equivale ao faturamento anual do Grupo JBS, por exemplo. Essa é uma das principais revelações de um estudo feito pela SeniorLab Mercado & Consumo 60+. O levantamento levou em conta dados como renda projetada e despesas por faixa etária. Os gastos corporativos em planos de saúde não foram considerados. Só entraram no cálculo aportes de pessoas físicas. As despesas em saúde foram compostas essencialmente por previsão de compras de medicamentos, consultas com nutricionistas, assistências ambulatoriais, enfermagem, entre outras. 

O gasto médio de um consumidor sênior brasileiro ronda em torno de R$ 5.132 por ano – um pouco mais de cinco salários mínimos. Porém, ainda é um valor menor do que em muitos países do mundo, mas importante para explicar o crescimento impressionante desse setor como negócio. Hoje, os 30,2 milhões de idosos investem 18% do seu orçamento em saúde e cuidados médicos. 

O olhar sobre o mercado consumidor que mais cresce no país sob a visão de marketing e negócios se materializará na realização do 1º Seminário de Marketing 60+. O evento será realizando na Geronto Fair, em Gramado (RS) em setembro. Mais que uma necessidade, essa é uma oportunidade para marcas, produtos e serviços se aproximarem deste novo – e promissor – grupo de consumidores. É a vez do Aging in Market!


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: