Mercado reduz projeção para déficit nas contas públicas

Previsão para a dívida bruta deve ficar em 76% do PIB

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Mercado reduz projeção para déficit nas contas públicas

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda reduziram a previsão para o resultado negativo das contas públicas, neste ano. A estimativa do déficit primário do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central), para este ano, passou de R$ 151,192 bilhões, em junho, para R$ 149,642 bilhões, neste mês. A estimativa está abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo, de R$ 159 bilhões. O resultado primário é formado por receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros. Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro.

Para 2019, a estimativa das instituições financeiras é de déficit de R$ 123,288 bilhões, maior que os R$ 117,875 bilhões previstos em junho. A estimativa para as despesas chegou a R$ 1,366 trilhão, ante R$ 1,367 trilhão, previstos em junho. As receitas líquidas devem chegar a R$ 1,217 trilhão, este ano, a mesma previsão anterior. Para 2019, a projeção de receita líquida do Governo Central é de R$ 1,302 trilhão, ante R$ 1,303 trilhão previstos no mês passado. No caso da despesa total, a projeção ficou em R$ 1,422 trilhão, ante R$ 1,420 trilhão, previstos em junho.

A pesquisa apresenta também a previsão para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 76% do PIB neste ano. A previsão anterior era 75,8% do PIB. Para 2019, a estimativa ficou em 78,1% do PIB, ante 77,8% previstos no mês passado.


leia também

Governo Central tem menor déficit para maio em três anos - No mês passado, o resultado somou R$ 11 bilhões

Governo tem menor déficit para julho em quatro anos - Em relação ao mesmo mês do ano passado, valor caiu 64,2%

Mercado financeiro eleva projeção de déficit público - Instituições preveem mais despesas e redução nas receitas

Mercado projeta déficit de R$ 138 bi nas contas públicas - Estimativa está abaixo da meta perseguida pelo governo

Previsão de déficit público cai para R$ 141 bilhões - A estimativa segue abaixo da meta do governo

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: