Um exemplar da gastronomia sustentável em Bordeaux

Les Sources de Caudalie reúne chef estrelado pelo Guia Michelin e vinhedos centenários

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Les Sources de Caudalie reúne chef estrelado pelo Guia Michelin e vinhedos centenários

Localizado no coração da região de Bordeaux, em um Palace francês entre as vinhas do Château Smith Haut Lafitte, o hotel Les Sources de Caudalie oferece uma experiência única para hóspedes e visitantes. Instalado dentro da lendária vinícola, o hotel conta com dois bares e dois restaurantes, um deles com duas estrelas no Guia Michelin, todos sob a batuta do chef Nicolas Masse. Abastecidos pela horta local, intitulada “Le Jardin des Abeilles”, responsável por fornecer frutas, vegetais e ervas aromáticas livres de pesticidas, além de uma granja, os restaurantes do hotel se preocupam em servir alimentos de qualidade de forma sustentável, sem agredir o meio ambiente e o rico solo da propriedade.

No estrelado Restaurante La Grand´Vigne, o cliente é convidado a saborear a alta gastronomia em meio aos vinhedos de Graves. O chef Nicolas Masse considera primordial estar próximo dessa região e daqueles que a cultivam.  Como um enólogo, Masse procura expressar a própria essência desse terroir excepcional e de sua produção: ele junta tudo o que há de melhor e essencial na região para compor sua cozinha refinada e autêntica. Os pratos realçam a suntuosa carta de vinhos Pessac-Léognan apresentados pelo sommelier Aurélien Farrouil. Para os que gostam de cozinhar, Masse oferece também aulas de culinária, seguidas sempre de um almoço, por 190 euros (cerca de R$ 820). 

No Restaurante La Table du Lavoir (foto), a cozinha é original, no estilo bistrô, composta pelos melhores produtos sazonais. A carne grelhada na lareira libera um aroma de deixar água na boca, enquanto os clientes consultam os menus escritos em charmosos e antigos batedores de madeira, usados para lavar roupas antigamente. O ambiente proporciona uma imersão ao passado, trazendo ao centro do salão a antiga lavanderia reconstruída pedra a pedra como no século 19. Era nesse ambiente em que as mulheres dos vinicultores cuidavam das roupas e afazeres domésticos. A estrutura do telhado foi construída com vigas do século 18, recuperadas de adegas do Château Lafitte Rothschild, e a porta de vidro pode ser aberta, para desfrutar de uma refeição no terraço coberto em dias amenos.

Como a culinária do chef Masse está profundamente enraizada na região de Aquitânia, o Bar de Vinhos e a Mercearia Rouge refletem o terroir da região de Bordeaux, sudoeste da França. Foiegras, embutidos e geléias de vinho são algumas das iguarias que podem ser encontradas por lá. O local ainda conta com uma vasta seleção de vinhos bordaleses dispostos na adega e pelas paredes. Nos dias de sol, é possível aproveitar o terraço ou ainda desfrutar dos brunchs à beira da piscina. O bar Le French Paradox homenageia em seu nome o conceito que inspira todo o hotel. Em sua adega estão armazenados mais de 1,2 mil rótulos raros, numa atmosfera acolhedora com poltronas de couro e chão de madeira, onde os clientes podem degustar uma coleção de antigos armagnacs, cognacs e uísques. Na categoria Prestige, a diária no hotel custa a partir de 396 euros (cerca de R$ 1,7 mil). 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: