Fed eleva taxa de juros pela segunda vez no ano

Nova faixa anunciada pelo BC dos EUA vai de 1,75% a 2%

Da Redação, com Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Fed eleva taxa de juros pela segunda vez no ano

O Federal Reserve [Fed, o banco central dos Estados Unidos] anunciou nesta quarta-feira (13) que decidiu elevar a taxa de juros no país pela segunda vez neste ano, de 1,5% a 1,75% ao ano para 1,75% a 2%. A decisão já era prevista pelo mercado, pois o BC norte-americano monitora os sinais de crescimento para administrar o chamado aperto monetário (aumento de juros). 

Em maio, foram divulgados números positivos sobre o mercado de trabalho. Agora, a estimativa é de aumento da inflação, o que eleva as expectativas por um movimento de alta dos juros. A última vez em que o Fed havia aumentado os juros foi em março deste ano. 

No Brasil, a bolsa e o mercado de câmbio acompanham os desdobramentos da política monetária norte-americana. A pressão externa relacionada à melhora na economia dos Estados Unidos tem atraído muito dólar para o país. "Com a elevação na taxa de juros norte-americanas, em decorrência do aumento da inflação, acaba ocorrendo um influxo de dólar para a compra de títulos públicos dos Estados Unidos. Ao mesmo tempo em que a economia dos EUA cresce, a do Brasil tende a se enfraquecer, o que ajuda neste movimento", contextualiza Alexandre Wolwacz, sócio-fundador do Grupo L&S.


leia também

Fed anuncia manutenção de juro entre 1% e 1,25% - BC dos EUA espera que inflação alcance a meta de 2%

Fed decide manter taxas de juros nos Estados Unidos - BC norte-americano estima fazer dois aumentos neste ano

Fed eleva juros nos EUA em 25 pontos-base - BC dos EUA também manteve projeção de três altas em 2018

Fed eleva taxas de juros nos Estados Unidos - Juro básico subiu para uma faixa entre 1,5% a 1,75%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: