ONG Parceiros Voluntários lança o “Google do Bem”

Plataforma Integri foi desenvolvida em parceria com a IBM

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Plataforma Integri foi desenvolvida em parceria com a IBM

A solidariedade acaba de ganhar uma nova aliada – a Lévi, avatar do supercomputador Watson, da IBM. A tecnologia da empresa norte-americana também é a base da plataforma Integri, iniciativa da ONG Parceiros Voluntários, que ajuda as pessoas a encontrarem conteúdos, vídeos e oportunidades de trabalho social organizado de forma personalizada. Ouça, a seguir, o depoimento de Maria Elena Johannpeter, presidente e fundadora da ONG Parceiros Voluntários, sobre a criação do sistema, inédito no Brasil.

“Criamos um Google Social”, compara José Alfredo Nahas, superintendente da ONG. A plataforma desenvolvida de forma espontânea há oito meses teve como parceiros empresas como 4all, Cappra Data Science, CI&T, IBM, Instituto Aprender Ser, Microsoft, Unisinos, Atados, Gerdau, Processor, Puras, Paulo Afonso Pereira Propriedade Intelectual e Stihl. O portal começará a disponibilizar cursos de capacitação ainda em maio. O primeiro deles vai preparar interessados que estejam interessados em fazer trabalho voluntário organizado.  

Em processo constante de cocriação junto à comunidade – o Integri reúne um acervo de vídeos da web e proporciona oportunidades de voluntariado, conectando o usuário à organizações da sociedade civil. De acordo com Nahas, a plataforma surge com a proposição de criar um grande hub social, uma experiência totalmente nova nesta área. Criado para despertar a responsabilidade social individual, interligando indivíduos às práticas do bem, o site também disponibiliza a possibilidade de qualificação pessoal por meio de cursos. Para facilitar a busca do usuário, a plataforma dispõe de um chat, em que o interessado por voluntariado pode conversar com Lévi. Por meio do uso da inteligência artificial, o avatar é capaz de tirar dúvidas sobre a atividade voluntária, bem como oferecer conteúdos adequados e encaminhar oportunidades de voluntariado de acordo com o perfil de interesses de quem acessa.  Para fazer esse filtro, o sistema se conecta com informações vinculadas ao status do usuário nas redes sociais. Já as vagas serão disponibilizadas por meio digital com utilização da tecnologia fornecida pela Atados. 

“Os voluntários podem escolher qualquer área de atuação, desde trabalhar com crianças e idosos até desenvolver conteúdo, presencial ou à distância. Para se mobilizar, um voluntário é importante que a organização e sua causa tenha legitimidade e credibilidade perante toda a comunidade. Uma pessoa só irá disponibilizar seu tempo, conhecimento e emoção se entender que aquilo que ela irá fazer gerará um impacto positivo na sociedade", sugere Nahas, lembrando que a Parceiros Voluntários faz parte do universo colaborativo de cerca de 395 mil ONGs brasileiras. Desde que foi fundada, a instituição já mobilizou aproximadamente 472 mil voluntários, que beneficiaram mais de 7 milhões de pessoas. O objetivo agora é que a plataforma alcance pelo menos 100 mil novos usuários neste ano. Apesar da Parceiros Voluntários estar à frente do projeto, qualquer pessoa pode inserir conteúdo, desde que voltado para a prática do bem. 

Dentro de um movimento de expansão, a Parceiros Voluntários está com uma sede em São Paulo desde outubro do ano passado. A entidade está localizada em um espaço de coworking que reúne outras organizações de impacto social. “Com a expansão, visamos disseminar metodologias e conteúdos da ONG a nível nacional e internacional”, projeta Maria Elena. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: