Whirlpool dá férias coletivas em fábrica em Joinville

Greve afetou a entrega de insumos e interrompeu produção

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Whirlpool dá férias coletivas em fábrica em Joinville . Greve afetou a entrega de insumos e interrompeu produção

A Whirlpool (foto), dona das marcas Brastemp e Consul, informou que deu férias coletivas para funcionários da fábrica de Joinville, no norte de Santa Catarina, sem previsão de retorno. A medida foi tomada por conta da greve de caminhoneiros, que afetou a entrega de insumos e interrompeu o cronograma de produção fabril. A informação foi veiculada no site do jornal Valor Econômico na tarde desta segunda-feira (28).

“A unidade é responsável pela fabricação de refrigeradores e freezers, e é uma das maiores do grupo no mundo para estes produtos. O complexo de Joinville fica no Distrito Industrial da cidade e tem cerca de 5 mil funcionários”, informa a nota. 

O jornal O Estado de São Paulo noticiou no domingo (27) que a unidade situada em Rio Claro (SP) também está em férias coletivas. A Whirlpool, porém, não confirmou a informação. A companhia possui ainda uma terceira planta em Manaus (AM). 


Deprecated (16384): Accessing `here` as a property will be removed in 4.0.0. Use request->getAttribute("here") instead. - /home/amanha/www/src/Template/Posts/view.ctp, line: 173 You can disable deprecation warnings by setting `Error.errorLevel` to `E_ALL & ~E_USER_DEPRECATED` in your config/app.php. [CORE/src/Core/functions.php, line 311]/posts/view/5621" data-widget-id="AR_1" data-ob-template="RevistaAmanha">

leia também

Agroindústrias do PR e de SC retomam atividades - BRF já tem plantas funcionando. Armazenadoras de grãos do PR também

ANP: política de preços continuará sendo livre - Afirmação foi feita por Décio Oddone, diretor-geral da agência

Cade propõe medidas para reduzir preço do combustível - Sugestões envolvem questões regulatórias e tributárias

Cade: tabelar frete pode levar à formação de cartel - A fixação dos preços foi uma reivindicação dos caminhoneiros

Celulose Riograndense suspende produção em Guaíba - Perda é estimada em 6 mil toneladas de celulose ao dia

Ciergs entra com ação pedindo fim de bloqueio das estradas - Centro das Indústrias vê danos à economia e à população

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: