Adama inaugura duas fábricas no Sul

Unidades produzirão fungicida para combater ferrugem asiática

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Adama inaugura duas fábricas na região Sul, uma em Londrina e outra em Taquari

Como parte das metas de expansão de seus negócios em território brasileiro, a Adama (se pronuncia Adamá), indústria global do setor de agroquímicos, inaugura nesta semana duas fábricas para produção do fungicida Cronnos T.O.V., desenvolvido para combater a ferrugem asiática nas lavouras de soja.  Com investimentos de mais de R$ 20 milhões direcionados à construção, estruturação e capacidade operacional, os empreendimentos terão um papel relevante no combate à doença, que já causou prejuízos acima de US$ 25 bilhões desde a sua chegada ao Brasil. As unidades, que foram construídas em Londrina (PR) e Taquari (RS), contaram com cerimônias marcadas pela presença de autoridades locais e executivos da empresa, como Rodrigo Gutierrez, presidente da Adama Brasil, e Gal Benizri, responsável global de operações fabris. 

Para Gutierrez, as inaugurações apresentam um novo momento para o mercado brasileiro dos fungicidas. Com base na demanda dos sojicultores no combate a essa praga, o Cronnos T.O.V. se tornou um produto essencial para a empresa. “As fábricas são estratégicas para os negócios da companhia e reforçam a preocupação da Adama em atender às necessidades do agricultor brasileiro, que enfrenta desafios bem específicos em nosso país. Apenas um dos princípios ativos do fungicida é importado, sendo os demais produzidos em Taquari. A fábrica de Londrina será responsável pela síntese destes ativos, com capacidade de produzir 1 milhão de litros por mês”, afirma Gutierrez. 

Na mitologia grega, Cronnos é conhecido como o Deus do Tempo e é exatamente essa a palavra-chave da solução. Cronnos obteve registro em junho de 2017 para se tornar um aliado na corrida contra o tempo. Em abril de 2018, a Adama conseguiu o registro para a sua nova formulação que ganhou a sigla TOV [que une os conceitos de Tecnologia em formulação, Operação simplificada e Valor ao produtor]. Agora em forma líquida, se propõe a simplificar ainda mais a vida do agricultor. Ele propõe parar o tempo da ferrugem, evitando que a doença entre ou evolua na cultura. O produto também flexibiliza o tempo, pois é eficaz em qualquer manejo. Por fim, a solução economiza o tempo do produtor graças à formulação, agora em forma líquida, que proporciona alta aderência às folhas da soja e evita o entupimento dos bicos dos pulverizadores.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: